25 de novembro de 2015

Bacias hidrográficas do Brasil


Divisão Hidrográfica Nacional (mapa)
Pela Resolução Nº 32, de 15 de outubro de 2003, do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, "Considera-se como região hidrográfica o espaço territorial brasileiro compreendido por uma bacia, grupo de bacias ou sub-bacias hidrográficas contíguas com características naturais, sociais e econômicas homogêneas ou similares, com vistas a orientar o planejamento e gerenciamento dos recursos hídricos". 

Bacia Hidrográfica Amazônica: com sete milhões de quilômetros quadrados, essa é a maior bacia hidrográfica do mundo. No Brasil, ela compreende uma área de 3.870.000 km², estando presente nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso e Pará.
Bacia Hidrográfica do Tocantins-Araguaia: é a maior bacia de drenagem exclusivamente brasileira (767.059 quilômetros quadrados). Os principais rios são o Tocantins, que nasce em Goiás e desemboca na foz do rio Amazonas; e o rio Araguaia, que nasce na divisa de Goiás com Mato Grosso e se junta ao rio Tocantins na porção norte do estado do Tocantins.
Bacia Hidrográfica do São Francisco: com aproximadamente 640 mil quilômetros quadrados, essa bacia hidrográfica tem como principal rio o São Francisco, que nasce na Serra da Canastra (MG) e percorre os estados da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe até a foz, na divisa entre esses dois últimos estados.
Bacia Hidrográfica do Paraná: essa é a principal porção da bacia Platina (compreende os países da Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai). No Brasil, a bacia hidrográfica do Paraná possui 879.860 quilômetros quadrados, apresentando rios de planalto e encachoeirados, características elementares para a construção de usinas hidrelétricas: Furnas, Água Vermelha, São Simão, Capivari, Itaipu (a maior usina do mundo), entre tantas outras.
Bacia Hidrográfica do Parnaíba: está presente nos estados do Piauí, Maranhão e na porção extremo oeste do Ceará, totalizando uma área de 344.112 quilômetros quadrados.
Bacia Hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental: com extensão de 287.348 quilômetros quadrados, a bacia hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental está presente em cinco estados nordestinos: Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.
Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental: seus principais rios são o Gurupi, Pericumã, Mearim, Itapecuru Munim e Turiaçu. Essa bacia de drenagem possui 254.100 quilômetros quadrados, compreendendo áreas do Maranhão e Pará.
Bacia Hidrográfica Atlântico Leste: com extensão de 374.677 quilômetros quadrados, essa bacia hidrográfica engloba os estados de Sergipe, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo. Em sua região é possível encontrar fragmentos de Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado e vegetação costeira.
Bacia Hidrográfica Atlântico Sudeste: presente nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, a região hidrográfica Atlântico Sudeste apresenta 229.972 quilômetros quadrados. Ela é formada pelo rio Doce, Itapemirim, São Mateus, Iguape, Paraíba do Sul, entre outros.
Bacia Hidrográfica Atlântico Sul: com área de 185.856 quilômetros quadrados, essa bacia hidrográfica nasce na divisa entre os estados de São Paulo e Paraná, percorrendo até o Rio Grande do Sul. Com exceção do Itajaí e Jacuí, os rios que formam essa bacia de drenagem são de pequeno porte.
Bacia Hidrográfica do Uruguai: é composta pela junção dos rios Peixe e Pelotas. Com área de 174.612 quilômetros quadrados, essa bacia hidrográfica está presente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Possui grande potencial hidrelétrico, além de ser importante para a irrigação nas atividades agrícolas da região.
Bacia Hidrográfica do Paraguai: no Brasil, essa bacia hidrográfica está presente nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, englobando uma área de 361.350 quilômetros quadrados. Tem como principal rio o Paraguai, que nasce na Chapada dos Parecis (MT). Possui grande potencial para a navegação.

Questões sobre Bacias Hidrográficas

1) Uma bacia hidrográfica representa toda a área em que há uma mesma drenagem de água, envolvendo sempre um rio principal e os seus afluentes e subafluentes, que, juntos, formam uma rede hidrográfica. A consideração principal para distinguir ou “separar” uma bacia hidrográfica da outra é:
a) a extensão do rio principal
b) o limite entre os divisores de água
c) a hierarquia que compõe a rede hídrica
d) a quantidade de chuvas e suas direções
e) as oscilações nas formas de relevo

2) (ENEM) A situação atual das bacias hidrográficas de São Paulo tem sido alvo de preocupações ambientais: a demanda hídrica é maior que a oferta de água e ocorre excesso de poluição industrial e residencial. Um dos casos mais graves de poluição da água é o da bacia do alto Tietê, onde se localiza a região metropolitana de São Paulo. Os rios Tietê e Pinheiros estão muito poluídos, o que compromete o uso da água pela população.
Avalie se as ações apresentadas abaixo são adequadas para se reduzir a poluição desses rios.
I) Investir em mecanismos de reciclagem de água utilizada nos processos industriais.
II) Investir em obras que viabilizem a transposição de águas de mananciais adjacentes para os rios poluídos.
III) Implementar obras de saneamento básico e construir estações de tratamento de esgotos.
a) apenas em I.
b) apenas em II.
c) apenas em I e III.
d) apenas em II e III.
e) em I, II e III.

3) (UCS) O Brasil tem um grande potencial em sua rede hidrográfica, por apresentar rios caudalosos, grande volume d’água, predomínio de rios perenes, de foz em estuário, de regime pluvial de drenagem exorreica, de grande potencial hidráulico e outros. Observe o mapa das bacias hidrográficas brasileiras.
A linha que vai de “A” a “B” passa sobre três bacias hidrográficas, que são
a) Amazônica, do Tocantins-Araguaia, do Nordeste.
b) do São Francisco, do Nordeste, do Leste.
c)Platina, do São Francisco, do Sul-Sudeste.
d) do Tocantins-Araguaia, do São Francisco, do Leste.
e) do Norte, Platina, do Leste.

4) (CEFET-MG) Sobre as bacias hidrográficas brasileiras, afirma-se que
I – a Bacia Amazônica, de regime pluvial e nival, é a maior do Brasil.
II – a característica climática semiárida inviabiliza a geração hidrelétrica na Bacia do São Francisco.
III – a maior produção hidroelétrica brasileira é verificada na Bacia do Paraná.
IV – a expansão da soja tem impactado os rios da Bacia do Paraguai.
V – a maior ilha fluvial do mundo, a do Bananal, encontra-se no interior da Bacia do Rio Parnaíba.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I, II e III.
b) I, II e V.
c) I, III e IV.
d) II, IV e V.
e) III, IV e V.

5) (ESPM) Observe o texto e os mapas que seguem:
Responsável por 12% das reservas de água doce disponíveis no mundo, o Brasil possui oito principais bacias hidrográficas, distribuídas desigualmente em seu território. Enquanto 70% do volume da água brasileira se concentra na ______________, um volume inferior a 5% das reservas estão na região Nordeste do País. Tal divisão dificulta o acesso nacional à água tratada e exige ainda mais de cada estado nos cuidados com o recurso natural.
A bacia hidrográfica que preenche o espaço no texto está representada pela letra:
a) A
b) B
c) C
d) D
e) E

6) (FEI) Para responder à questão, interprete o mapa a seguir:
As áreas preenchidas na cor cinza no mapa correspondem:
a) à bacia hidrográfica do Paraguai e do São Francisco.
b) à bacia hidrográfica do Paraná e do Araguaia-Tocantins.
c) ao bioma de cerrado e da caatinga.
d) à vegetação do Complexo do Pantanal e da Caatinga.
e) às áreas de mais baixa densidade populacional do país.

7) (UENP) Observe a figura a seguir e assinale a alternativa correta. Bacias hidrográficas do Brasil
a) A bacia hidrográfica do Rio Amazonas apresenta a maior área geográfica e a de maior potencial hidráulico instalado no território brasileiro.
b) A bacia dos Rios Araguaia e Tocantins drenam algumas unidades federativas como Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Pernambuco e Pará.
c) A região do pantanal mato-grossense está inserida na região drenada pela bacia do Rio Paraguai.
d) A região do sertão nordestino é drenada pelas bacias dos Rios São Francisco e Paraíba.
e) As bacias do Atlântico Sul, Atlântico Sudeste, Atlântico Leste, Atlântico Nordeste Oriental e Atlântico Nordeste Ocidental possuem os rios de menor extensão territorial, porém de maior potencial hidráulico do país.

8) (UCPEL) Entende-se como bacia hidrográfica o conjunto de terras drenadas pelas águas de um rio principal e seus afluentes. Embora o Brasil apresente problemas de escassez de água no Nordeste, reúne as maiores bacias hidrográficas do planeta.
Analise a seguinte afirmativa. A maior bacia hidrográfica do mundo apresenta extenso percurso navegável e drena áreas do Brasil e de outros países sul-americanos, apresentando, também, um grande potencial hidrelétrico ainda muito fracamente aproveitado.
O texto da afirmativa se refere à Bacia
a) Platina.
b) do Tocantins-Araguaia.
c) Amazônica.
d) do São Francisco.
e) do Orinoco

9) (UFAC) Com relação à Hidrografia Brasileira, é incorreto afirmar:
a) Em regiões planálticas, os rios brasileiros apresentam um enorme potencial hidrelétrico, bastante explorado no Centro-Sul e nos rios São Francisco e Tocantins.
b) O Brasil não possui lagos tectônicos, pois as depressões tornaram-se bacias sedimentares.
c) Em vários pontos do país há corredeiras, cascatas e, em algumas áreas, rios subterrâneos, o que favorece o turismo.
d) A Bacia Amazônica é a maior do planeta, drena cerca de 56 % do território brasileiro e tem suas vertentes delimitadas pelos divisores de água da Cordilheira dos Andes, pelo Planalto das Guianas e Planalto Central.
e) Todos os rios brasileiros possuem regime simples pluvial.

10) As diferentes bacias hidrográficas possuem diferentes utilidades e importâncias para a sociedade. Em regra geral, as bacias planálticas, com relevos mais íngremes e acidentados, possuem um potencial hidrelétrico superior às bacias de planícies.
Com base no exposto, podemos afirmar:
I. A bacia amazônica possui um baixo potencial hidrelétrico em seu leito principal.
II. Bacias hidrográficas com baixo potencial hidrelétrico tendem a apresentar uma maior navegabilidade.
III. A maior parte dos rios brasileiros, portanto, é de elevado potencial para a geração de eletricidade.
IV. A bacia do São Francisco, em função de suas características, não pode ser utilizada para a construção de barragens.
Sobre as alternativas acima, é correto dizer que:
a) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
b) Apenas a afirmativa I e IV estão corretas.

c) Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
d) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
e) Todas as afirmativas estão corretas.

Fonte: Brasil Escola, SOS Rios do Brasil, Exercícios Mundo Educação, Geo - Conceição, Geografia e anarquia, Hélio dos Santos Chagas

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...