7 de julho de 2018

Atividades sobre estruturas e formas do relevo

1. Explique o que são e como se originam as formas do relevo.
2. Qual a diferença entre estrutura e forma de relevo?
3. Defina planalto, planície e depressão.
4. O que é plataforma continental? Qual a sua importância econômica?
5. Observe as fotografias abaixo e responda:
Ouro Preto (MG) - Percebe-se a influência do relevo sobre a organização do município
Iguape (SP) - IPHAN
Cultivo de alimentos em terraços - Bali (Indonésia)

a) Como o relevo pode influenciar a organização e a distribuição das atividades humanas? Dê exemplos.
b) Elabore uma hipótese para explicar de que forma o relevo condiciona o traçado e o custo de construção de rodovias e ferrovias.
6. Observe abaixo a fotografia de Maricá (RJ) e escreva o nome das formas de relevo que estão presentes na imagem.
Imagens: Internet
Fonte: Fonte: SENE, Eustáquio de; MOREIRA, João Carlos. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 3 ed. São Paulo: Scipione. 2017.

Respostas
1. O relevo consiste nas formas visíveis das estruturas do terreno, naquilo que podemos observar na paisagem. Essas formas (sua fisionomia) originam-se a partir da ação dos agentes internos (forças tectônicas), assumindo as características atuais em decorrência da ação dos agentes externos ou erosivos (intemperismo).
2. A estrutura do relevo corresponde à sua base geológica, à composição e à idade das rochas, ou seja, à sua fisiologia, que compõe o substrato que sustenta as formas ou a fisionomia do relevo.
3. Planalto: relevo acidentado ou aplainado em que predominam processos erosivos.
Planície: relevo relativamente plano, em que predominam processos de sedimentação.
Depressão: relevos aplainados, com suave inclinação e mais baixos que o entorno, em que predominam processos erosivos.
4. Plataforma continental constitui a continuação da estrutura geológica do continente abaixo do nível do mar. A estrutura geológica continental termina no talude, com distância variável da costa. Ela apresenta grande importância econômica, por conter bacias sedimentares onde se encontram jazidas de petróleo, como as de Campos, no Rio de Janeiro, e Santos, em São Paulo, além de ser o local do relevo submarino mais rico em espécies marinhas importantes para a atividade pesqueira.
5. a) Os alunos devem identificar alguma influência do relevo sobre a organização das atividades econômicas nas fotografias, no lugar onde moram ou em outro local que conheçam, descrevendo como se deu essa influência. Eles podem citar as atividades agrícolas, a construção de hidrelétricas, o traçado das vias de transporte, a ocupação de encostas e várzeas, etc.
b) É interessante que os alunos comparem o traçado de rodovias e ferrovias antigas com o daquelas construídas recentemente. As antigas têm um traçado que acompanha as formas de relevo, apresentando nas regiões serranas, muitas curvas, subidas e descidas, que atualmente são suprimidas  com a construção de pontes e túneis. Embora os sistemas mais antigos também se utilizassem de técnicas da construção civil, o desenvolvimento de técnicas mais avançadas aumentou muito sua densidade e extensão. Na análise do custo de construção, os alunos devem observar que, em geral, é mais barato e fácil construir rodovias e ferrovias em relevo plano, porque não há necessidade de instalação de pontes e túneis, além de permitir o traçado mais retilíneo. Porém, há casos em que mesmo relevos planos provocam dificuldades, como as várzeas, os pântanos e outros.
6. Ao observar a imagem, os alunos podem citar a ocorrência de morros, praia, planície litorânea, lagoa costeira e restinga.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...