2 de julho de 2013

Exercícios de História do Brasil - 9º ano

1) Considere a charge sobre a propaganda governamental no Brasil.
  
A charge acima está relacionada com
a) os "50 anos em 5" do governo JK.
b) a austeridade do governo Jânio Quadros.
c) o ufanismo do governo Médici.
d) o pacote de abril do governo Geisel.

2) Em 1979, o governo aprova lei que restabelece o pluripartidarismo no país. Os partidos voltam a funcionar dentro da normalidade. A ARENA muda o nome e passa a ser PDS, enquanto o MDB passa a ser PMDB. Outros partidos são criados, como: Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Democrático Trabalhista (PDT).
Sobre o bipartidarismo que ocorria no Brasil até então, sabemos que
a) a ARENA fazia oposição ao governo militar.
b) a ARENA era o partido que apoiava os militares, enquanto o MDB era a oposição.
c) o MDB e a ARENA eram partidos aliados dos militares.
d) ambos os partidos se opunham à Ditadura Militar.

3) Juscelino Kubitschek e Emílio G. Médici são duas figuras representativas das décadas de 1950 e 1970. Essas duas décadas correspondem, respectivamente, aos seguintes contextos políticos no Brasil:
a) estatismo e liberalismo.
b) privatismo e populismo.
c) agrarismo e caudilhismo.
d) desenvolvimentismo e autoritarismo.

4) Em seu discurso, ao lançar o plano econômico, o presidente descreveu a inflação como inimigo público número um. O plano obteve imediato apoio da população e, da noite para o dia, o presidente e o ministro Funaro se tornaram heróis nacionais. O povo entrava nos supermercados, verificava os preços e denunciava os gerentes quando notava que algum produto havia sido remarcado irregularmente.
texto acima refere-se ao Plano
a) Verão
b) Cruzado
c) Collor
d) Bresser

5)  "Os nossos 'heróis' são os jovens que cresceram deixando o cabelo e a imaginação crescerem. Eles amavam os Beatles e os Rolling Stones, protestavam ao som de Caetano, Chico ou Vandré, viam Gláuber e Godard (...)"
VENTURA, Zuenir, 1968 - O Ano que Não Terminou. Ed. Nova Fronteira, 25 ed., R.J., 1988, p. 15.
O ano de 1968 foi de grande efervescência e marcou toda uma década. No Brasil, naquele ano, vivíamos
a) a crítica ao "milagre econômico" brasileiro, provocado por um desenvolvimento dependente e baseado em estruturas pouco sólidas.
b) um verdadeiro clima de guerra interna, provocada pelo acirramento da ditadura Médici e o apogeu da luta armada no país.
c) os efeitos da política de distensão iniciada pelo general Geisel e o desejo de redemocratização do Brasil expressado numa grande campanha pelas eleições diretas.
d) um período de significativo aumento da oposição ao regime militar, com passeatas e manifestações desencadeadas, sobretudo, pelo movimento estudantil.

6) Período áureo da ditadura militar entre 1968 a 1973, quando a economia brasileira cresceu 11% ao ano em razão de alguns fatores como: arrocho dos salários, grandes investimentos estatais, baixas taxas de juros, grande endividamento externo, participação das multinacionais etc. Esse período denominou-se
a) Plano de Metas.
b) Plano Real.
c) Encilhamento.
d) Milagre Brasileiro.

7) O Movimento “Diretas Já”, que promoveu em1984 uma intensa mobilização popular a favor da eleição direta para Presidente da República, teve como resultado imediato
a) a eleição direta de um governo popular e democrático, chefiado por José Sarney.
b) a eleição do candidato da oposição, Tancredo Neves, pela via indireta.
c) a anti-candidatura de Ulysses Guimarães e a convocação da Assembléia Nacional Constituinte.
d) a não realização de eleições presidenciais, nem de forma direta nem indireta.

8) Em janeiro de 1985, Tancredo Neves foi eleito Presidente da República pelo PMDB. A respeito da chamada Transição Democrática, é correto afirmar que
a) o governo de Tancredo Neves foi marcado por uma grande instabilidade política que levou à renúncia do presidente e à posse de seu vice, José Sarney.
b) Tancredo Neves foi eleito presidente de forma indireta pelo Colégio Eleitoral, tendo como vice José Sarney, ex-presidente do PDS, partido que apoiava o Regime Militar.
c) Em torno de Tancredo Neves formou-se a Aliança Democráticaque reunia o PMDB e dissidentes do PDS, entre os quais José Sarney e Paulo Salim Maluf.
d) A candidatura de Tancredo Neves contou com o apoio oficial de todos os partidos de oposição, isolando completamente os colaboradores do Regime Militar.

9) Em 1989 os brasileiros voltaram a escolher seu presidente pelo voto direto, depois de trinta anos. O presidente eleito não terminou o seu mandato, pois sofreu um processo de “Impeachment”. E em seu lugar assumir o vice presidente Itamar Franco.
a) Luis Inácio Lula da Silva.               
b) Fernando Henrique Cardoso.
c) José Sarney.
d) Fernando Collor de Mello.

10) O final da Ditadura Militar no Brasil (1964/1985) foi marcado por um movimento popular e político-partidário que aglutinou diversas forças políticas durante o seu processo. Foi um movimento que levou milhares de pessoas às ruas conclamando a redemocratização do Brasil. Esse movimento ficou conhecido como
a) Movimento dos "Cara Pintada".
b) Movimento pelas Diretas-Já.
c) Greves do ABC paulista.
d) Guerra de Canudos.

11) Observe o gráfico a seguir:

Analisando o gráfico, observa-se que
a)com a implantação do plano real, a inflação manteve-se, durante a segunda metade da década de 90, em níveis bastante baixos.
b) com a implantação do plano real, houve um aumento significativo da inflação.
c) no início da década de 90, praticamente não existia inflação.
d) em 1995, a inflação atingiu absurdos 2700 pontos percentuais no ano.

12) Leia o trecho da música Pra não dizer que não falei das flores”:
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais, braços dados ou não
Nas escolas, nas ruas, campos construções
Caminhando e cantando e seguindo a canção (...)
O contexto histórico em que estava inserido a canção era
a) a Guerra Fria, entre os EUA e a URSS.
b) as eleições presidenciais de 1989.
c) o período da ditadura militar, onde essa canção tornou-se um hino.
d) a campanha das Diretas Já, onde a mobilização foi grande entre os brasileiros.

14) O primeiro presidente militar, eleito indiretamente em 11 de abril de 1964 foi
a) Castelo Branco.
b) Costa e Silva.
c) Garrastazu Médici.
d) João Figueiredo

15) O Ato Institucional nº 5, AI-5, baixado em 13 de dezembro de 1968, durante o governo do general Costa e Silva, foi a expressão mais acabada da ditadura militar brasileira (1964-1985). Vigorou até dezembro de 1978 e produziu um elenco de ações arbitrárias de efeitos duradouros. resumidamente, podemos que o AI-5
a) determinou o fim do regime militar no Brasil.
b) foi o instrumento que deu ao regime poderes absolutos e cuja primeira consequência foi o fechamento do Congresso Nacional por quase um ano.
c) implantou as eleições indiretas para presidente no Brasil.
d) não foi um instrumento utilizado pelos militares na repressão aos que não apoiavam o regime que vigorava no Brasil.

16) O Ministro da Fazenda que implantou o plano real em 1994, que sucedeu Itamar Franco na presidência da república foi
a) José Serra
b) Luis Inácio Lula da Silva
c) Fernando Henrique Cardoso
d) José Sarney

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário: