16 de dezembro de 2015

Sociologia - Trabalho e Sociedade

Imagem: Alexas_ por Pixabay 
1- (UEM) É correto afirmar que acompanham ou são consequências da atual fase de internacionalização da economia os seguintes fenômenos:
01) a reestruturação produtiva, que se refere ao conjunto das transformações que ocorreu nas tecnologias e nas relações de produção, causando, entre outros, o desaparecimento de algumas profissões e o desemprego estrutural.
02) o acirramento da competição tecnológica, que tem reordenado o padrão de acumulação capitalista e gerado grandes corporações globais, por meio de fusões de empresas que operam em um determinado setor econômico.
04) a alta rotatividade da mão-de-obra e formas mais flexíveis e precárias de contrato entre empregadores e empregados.
08) o fortalecimento das organizações sindicais, que têm assumido papel decisivo no conteúdo das mudanças em curso no mundo do trabalho.
16) o afrouxamento das leis contra imigração, já que os países mais ricos necessitam da mão-de-obra originária dos países que estão em uma posição econômica subordinada.

14 de dezembro de 2015

História - Exercícios sobre a Era Vargas

1. (UNESP 2014) Examine a charge do cartunista Théo, publicada na revista Careta em 27.12.1952.  
Getúlio: — Ser pai dos pobres dá mais trabalho do que ser Papei Noel! Você só se amofina no Natal: a mim eles chateiam o ano inteiro!                                  
(Isabel Lustosa. História de presidentes, 2008.)  
O apelido de “pai dos pobres”, dado a Getúlio Vargas, pode ser associado 
 a) ao autoritarismo do presidente diante dos movimentos sociais, manifesto na repressão às associações de operários e camponeses. 
b) aos esforços de negociação com a oposição, com a decorrente distribuição de cargos administrativos e funções políticas.  
c) ao caráter popular do regime, originário de uma revolução social e empenhado no combate à burguesia industrial brasileira.  
d) à política de concessões desenvolvida junto a sindicatos, como contrapartida do apoio político dos trabalhadores.  
e) à supressão de legislação trabalhista no país, que obrigava o governo a agir de forma assistencialista. 

2. (Cesgranrio) O regime político conhecido como Estado Novo implantado por golpe do próprio Presidente Getúlio Vargas, em 1937, pode ser associado à(ao):
a) radicalização política do período representada pela Aliança Nacional Libertadora, de orientação comunista, e pela Ação Integralista Brasileira, de orientação fascista.
b) modernização econômica do país e seu conflito com as principais potências capitalistas do mundo, que tentavam lhe barrar o desenvolvimento.
c) ascensão dos militares à direção dos principais órgãos públicos, porque já se delineava o quadro da Segunda Guerra Mundial.
d) democratização da sociedade brasileira em decorrência da ascensão de novos grupos sociais como os operários.

e) retorno das oligarquias agrárias ao poder, restaurando-se a Federação nos mesmos moldes da República Velha.

3) O general Góis Monteiro, Ministro da Guerra de Getúlio Vargas, afirmava em uma carta dirigida ao presidente, em 1934: "O desenvolvimento das idéias sociais preponderantemente nacionalistas e o combate ao estadualismo (provincialismo, regionalismo, nativismo) exagerado não devem ser desprezados, assim como a organização racional e sindical do trabalho e da produção, o desenvolvimento das comunicações, a formação das reservas territoriais e milícias cívicas, etc., para conseguir-se a disciplina intelectual desejada e fazer desaparecer a luta de classes, pela unidade de vistas e a convergência de forças para a cooperação geral, a fim de alcançar o ideal comum à nacionalidade". No trecho dessa carta estão expressos pontos centrais do regime instalado após a Revolução de 1930, entre elas:
a) organização de milícias estaduais, regulamentação das relações trabalhistas e educação.
b) estímulo à autonomia dos Estados, organização de milícias estaduais e nacionalismo.
c) organização de milícias estaduais, centralização política e educação.
d) centralização política, regulamentação das relações trabalhistas e nacionalismo.
e) estímulo à autonomia dos Estados, regulamentação das relações trabalhistas e educação.

4) "Em plena Avenida Rio Branco, .nas tardes de Sábado, pegávamos à força alguns atrevidos integralistas que se apresentavam fantasiados de camisa verde e os despojávamos das calças, largando-os depois, em plena via pública, apenas em fraldas de camisas. Não queriam eles andar de camisas verdes? Nós lhes fazíamos a vontade..." (Agildo Barata )

A cena acima descrita refere-se aos:
a) enfrentamentos durante os comícios entre os integrantes da frente tenentista com a militância da Aliança Nacional Libertadora (ANL)
b) confrontos de rua entre os integralistas e os tenentistas;
c) enfrentamentos públicos entre os integrantes da Aliança Nacional Libertadora (ANL) e os integralistas;
d) enfrentamentos entre os militantes da Aliança Libertadora Nacional (ALN), dirigida por Agildo Barata, e os integralistas de Plínio Salgado;
e) confrontos públicos entre militares tenentistas e os comunistas da Aliança Libertadora Nacional (ALN).

5) Sobre a política externa desenvolvida pelo governo brasileiro durante o Estado Novo (1937-1945), é correto afirmar:
a) Um dos objetivos centrais da política externa do período foi a procura de recursos, em forma de capital e tecnologia, para promover a industrialização do país. A estratégia adotada foi a da barganha com Estados Unidos e Alemanha.
b) A prioridade da política externa do período foi a de encontrar mercados para os produtos brasileiros de exportação, especialmente o café, de forma a contornar os efeitos da crise econômica deflagrada em 1929. A estratégia adotada foi a do alinhamento incondicional com a Alemanha.
c) Para atender ao seu principal objetivo - a obtenção de recursos externos para promover a industrialização do país - Vargas optou desde 1939 pelo alinhamento incondicional aos Estados Unidos, então maior potência ocidental.
d) O alinhamento incondicional aos Estados Unidos foi a estratégia adotada para garantir um novo mercado consumidor para o café brasileiro. Em troca do apoio às proposições norte-americanas nos organismos internacionais, o Brasil obteve isenção de taxas alfandegárias para o café exportado para os Estados Unidos.
e) As relações diplomáticas nesse período caracterizaram-se pelo alinhamento incondicional à Alemanha, em função da convergência ideológica que aproximava a ditadura varguista do nazismo alemão.
6) “Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desen-cadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, pra que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes (...) Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aber-to. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.” Carta-Testamento de Getúlio Vargas
Sobre o longo, conturbado e polêmico período de governo de Getúlio Vargas, é CORRETO afirmar que:
01. a despeito dos seus críticos, é possível dizer que Getúlio Vargas sempre governou de forma democrática, defendendo os interesses do povo e se colocando contra os interesses dos grandes empresários e banquei-ros, como se lê na sua carta-testamento.
02. em 1934, Getúlio foi eleito presidente por sufrágio indireto. Seu mandato deveria durar até 1938, quando seriam realizadas eleições diretas para a presidência. (C)
04. em 1937, por meio de um golpe de estado, inaugurou-se o Estado Novo, pondo fim à campanha para presidente que estava em pleno curso. Terror policial, tortura e prisões ocorreram até 1945. (C)
08. em 1950, Vargas foi eleito presidente da república, pela primeira vez pelo voto direto. Esse período na presidência foi marcado por um discurso fortemente nacionalista, pelos constantes apelos aos trabalhadores e pelos embates com uma oposição, como o próprio Vargas, nem sempre democrática.(C)
16. Getúlio Vargas, oriundo da oligarquia gaúcha, chegou ao poder com um discurso an-tioligárquico, através de um movimento armado, em 1930.(C)
Total= 02+o4+08+16=30

7) (Uff ) “Visto que, de fato, a Constituição de 1946 estabeleceu normas e medidas para a instalação de uma estrutura democrática no país, dando ensejo a uma abertura do processo político nos dezoito anos subsequentes, ao observador mais descuidado a redemocratização pode parecer mais radical do que na realidade o foi.” SOUZA, Maria do Carmo Campello de. Estado e Partidos Políticos no Brasil (1930-1964). São Paulo: Alfa-Omega, 1976, p. 105. Com base nas afirmações contidas no texto, é possível afirmar que
a) a redemocratização iniciada em 1945 perdeu sua radicalidade por ter sido apenas um ritual político, vazio de efetivos partidos.
b) a redemocratização de 1945 só pôde existir em função da criação de três novos grandes partidos políticos, totalmente independentes de vínculos com o Estado Novo: o PSD, a UDN e o PTB.
c) o retorno do pluripartidarismo e de eleições diretas foi superposto à estrutura herdada do Estado Novo, marcada pelo sindicalismo corporativista e pelo sistema de interventorias. 
d) a redemocratização não foi radical devido à preponderância que teve, junto a ela, a União Democrática Nacional (UDN), partido formado com o beneplácito de Vargas.
e) a hipertrofia do Poder Legislativo foi uma das consequências da redemocratização.

8) (FGV) Em 21 de dezembro de 1941, Getúlio Vargas recebeu Osvaldo Aranha, seu ministro das Relações Exteriores, para uma reunião. Leia alguns trechos do diário do presidente: “À noite, recebi o Osvaldo. Disse-me que o governo americano não nos daria auxílio, porque não confiava em elementos do meu governo, que eu deveria substituir. Respondi que não tinha motivos para desconfiar dos meus auxiliares, que as facilidades que estávamos dando aos americanos não autorizavam essas desconfianças, e que eu não substituiria esses auxiliares por imposições estranhas.” (VARGAS, Getúlio, Diário. São Paulo/Rio de Janeiro, Siciliano/ Fundação Getúlio Vargas, 1995, vol. II, p. 443.)
A respeito desse período, podemos afirmar:
a) As desconfianças norte-americanas eram completamente infundadas porque não havia nenhum simpatizante do nazifascismo entre os integrantes do governo brasileiro.
b) Com sua política pragmática, Vargas negociou vantagens econômicas com o governo americano e manteve em seu governo simpatizantes dos regimes nazifascistas.
c) Apesar das semelhanças entre o Estado Novo e os regimes fascistas, Vargas não permitiu nenhum tipo de relacionamento diplomático entre o Brasil e os países do Eixo.
d) No alto escalão do governo Vargas havia uma série de simpatizantes do regime comunista da União Soviética e de seu líder Joseph Stalin.
e) As pressões do governo norte-americano levaram Vargas a demitir seu ministro da Guerra, o general Eurico Gaspar Dutra, admirador dos regimes nazifascistas.

9) Que função teve o DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda) no governo do Estado Novo?
a) criminalizar aqueles que apoiavam o nazismo, o fascismo e os países totalitários da Europa.
b) construir grandes redes de jornais e revistas por todo o país com irrestrita liberdade de expressão.
c) construir uma máquina de propaganda que tivesse impacto apenas no exterior.
d) difundir uma imagem paternalista de Getúlio Vargas, enaltecendo-o como grande líder das massas.
e) difundir uma imagem negativa de Getúlio Vargas, mostrando todo o seu viés autoritário.

10) No período do Estado Novo, Vargas impulsionou o desenvolvimento da indústria de base no Brasil. Para tanto, foi necessário:
a) o desmantelamento do setor agroindustrial e a desapropriação dos grandes latifúndios.
b) o enfraquecimento do controle estatal e o direcionamento da atividade industrial para o setor privado.
c) a criação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e a Companhia Hidrelétrica de São Francisco.
d) a criação de comunas rurais ao longo do sertão brasileiro.
e) a criação de laços econômicos com companhias latino-americanas, visando assim a uma associação pan-americanista industrial.

11) Durante o governo de Getúlio Vargas, eclodiu em São Paulo um movimento que a história consagrou com o nome de Revolução Constitucionalista de 1932 Os revoltosos exigiam:
a) a participação da elite cafeeira no governo
b) aprovação de leis trabalhistas
c) extinção da censura à imprensa
d) convocação de uma Assembleia para a elaboração de uma Constituição.
e) permissão para o funcionamento de sindicatos.

12) Conduzido ao poder em caráter provisório em 03 de novembro de 1930, Vargas tomou uma série de decisões centralizadoras que aproximaria seu governo à uma ditadura. Entre estas podemos apontar, EXCETO:
a) Suspensão da Constituição de 1891;
b) Fechamento do Congresso e das casas legislativas estaduais e municipais;
c) Adoção de ideologias de cunho liberal, principalmente no setor econômico;
d) Indicação de interventores (governadores) subordinados ao governo federal;
e) Criação do Ministério do Trabalho.

13) O desenvolvimento tecnológico dos anos 20 e 30 fez surgir um importante meio de comunicação de massa, o rádio que permitiu que a mesma informação chegasse a um grande número de ouvintes ao mesmo tempo. Getúlio Vargas governou o Brasil de 1930 a 1945, utilizou amplamente esse veículo com o objetivo de:
a) divulgar as ideias democráticas implantados a partir do Estado Novo;
b) desmistificar o pensamento americano em relação ao Brasil;
c) combater diariamente os seus adversários políticos e empresariais;
d) popularizar o regime por ele implantado;
e) difundir a cultura popular brasileira.

14) UFMG - Em 1934, Getúlio Vargas criou o Departamento de Propaganda e Difusão Cultural junto ao Ministério da Justiça, esvaziando o Ministério da Educação não só da propaganda, mas também do rádio e do cinema. A decisão tinha como objetivo colocar os meios de comunicação de massa a serviço direto do poder executivo, iniciativa que tinha inspiração direta no recém-criado Ministério da propaganda alemão. Este foi o embrião do DIP [...] Em 1939, as atribuições do extinto Departamento de Propaganda e Difusão Cultural passaram para o Departamento de Imprensa e Propaganda, criado nesse ano.
CAPELATO, Maria Helena. Propaganda Política e Controle dos Meios de Comunicação. In: PANDOLFI, Dulce. (Org.).
Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1999. p. 172.
 Com base nessas informações, é correto afirmar que, durante o Estado Novo, o Departamento de Imprensa e Propaganda-DIP foi responsável pela:
a) ampliação do raio de atuação do Estado e das suas formas de intervenção no âmbito da cultura.
b) desativação do sistema de comunicação encarregado da difusão das diretrizes econômicas do regime.
c) restrição à utilização do rádio e da imprensa para a difusão da propaganda política estado-novista.
d) utilização da cultura como um instrumento a serviço da divulgação dos ideais democráticos.

Fonte: Navegando com Pittan, Mestres da História, Exercícios Brasil Escola, Blog da professora Socorro Macedo

6 de dezembro de 2015

Exercícios - A Guerra Fria e o mundo bipolar

Guerra Fria: Foi a disputa indireta (porque não ocorreu um confronto direto entre Estados Unidos e União Soviética) e ideológica (cada lado, dentro da sua rivalidade, impulsionava também a implantação de um modelo político e ideológico de Estado e economia, era o capitalismo americano contra o socialismo soviético).

O contexto do conflito se passa no mundo pós 2ª Guerra Mundial, pois, boa parte das grande potências mundiais tinham acabado de se enfrentar e estavam em processo de reconstrução. Havia uma “vaga” de grande potência mundial e muitos concorrentes estavam impossibilitados de disputar o cargo, apenas EUA e URSS tinham condição de assumir a hegemonia, contudo, um era o obstáculo do outro.

Começa assim o clima de tensão e disputa entre os países que mesmo de forma indireta viveram períodos muito atuantes na busca de ser superior ao concorrente. Entre as formas de disputa destacamos:
- Corrida armamentista (disputa para ver quem conseguiria ter a melhor e maior produção bélica mundial) – tal corrida acabou motivando e aumentando conflitos, na justificativa da enorme produção de armamentos que precisavam de um uso.
- Corrida espacial – Na briga para ver quem chegava ao espaço primeiro, os soviéticos levaram a melhor com Yuri Alekseievitch Gagarin em 1961 e os Estados Unidos chegaram à Lua em 1969.
- Disputa por áreas de influência – espaços conflituosos eram logo divididos também em relação aos apoios, quando EUA apoiava certo grupo ou país, a URSS apoiava seu oponente (Ex: Coreias do Norte e do Sul, Cuba, Angola e sua disputa política...)
-Jogos olímpicos - A disputa entre EUA e URSS foi muito forte nesse período.
-Produção tecnológica - No início, tanto EUA, como URSS se equiparavam, principalmente em relação aos armamentos e tecnologia aeroespacial.


Questões sobre a guerra fria e o mundo bipolar

1) (Cesgranrio) Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica internacional que expressou o(a):
a) conflito político e ideológico entre a União Soviética e os Estados Unidos.
b) supremacia política e militar da Europa Ocidental.
c) subordinação neocolonial dos países árabes e da América Latina.
d) liderança política mundial da China Comunista através de sua participação na ONU.
e) hegemonia econômica mundial das ex-nações imperialistas, tais como a Inglaterra e a França.

2) (Faap) Após a Segunda Guerra Mundial, a URSS estruturou um plano de cooperação política com os países do bloco oriental, criado, em 1947:
a) o Comecom
b) o Kominform
c) o Pacto de Varsóvia
d) o Plano Marshall
e) a Otan

3) (Fatec) "É lógico que os EUA devem fazer o que lhes for possível para ajudar a promover o retorno ao poder econômico normal no mundo, sem o que não pode haver estabilidade política nem garantia de paz." (Plano Marshall)
Esse plano:
a) assegurava a penetração de capitais norte-americanos no continente europeu, sobretudo em sua parte oriental.
b) garantia, aos norte-americanos, o retorno a uma política isolacionista, voltada unicamente para os seus interesses internos.
c) pretendia deter as ameaças soviéticas sobre os países do Oriente Médio, cuja produção de petróleo era vital para as economias ocidentais.
d) era um instrumento decisivo na luta contra o avanço do comunismo na Europa arrasada pelo pós-guerra.
e) representava uma tomada da tradicional política da "boa vizinhança" dos EUA em relação à América Latina.

4) Dentre os principais teóricos do socialismo científico, podemos destacar:
a) Thomas Morus e Charles Darwin
b) Karl Marx e Josef Stalin
c) Karl Marx e Friedrich Engels
d) Josef Stalin e Friedrich Engels
e) Josef Stalin e Mikhail Gorbachev

5) A bipolarização das nações do globo, após a Segunda Grande Guerra, sob o ponto de vista político e principalmente militar, deu origem ao fenômeno denominado:
a) Mercado Comum Europeu e Conselho de Assistência Econômica Mútua;
b) Guerra Fria;
c) Detente;
d) Guerra de Posição;
e) Nova Política Econômica (NEP).

6) (VUNESP) No fim da década de oitenta e início dos anos noventa a bipolaridade mundial declinou; da polaridade ideológica e militar leste/oeste passou-se para a econômica norte/sul. Isto significa dizer que atualmente há uma oposição entre:
a) O oeste rico e industrializado e o leste pobre e agrário.
b) O oeste pobre e agrário e o sul rico e muito industrializado.
c) O leste pobre e agrário e o norte rico e industrializado.
d) O sul rico e industrializado e o norte pobre e agrário.
e) O norte rico e industrializado e o sul pobre e em processo de industrialização.

7) O período citado no texto e conhecido por “Guerra Fria” pode ser definido como aquele momento histórico em que houve
a) corrida armamentista entre as potências imperialistas europeias ocasionando a Primeira Guerra Mundial.
b) domínio dos países socialistas do Sul do globo pelos países capitalistas do Norte.
c) choque ideológico entre a Alemanha Nazista / União Soviética Stalinista, durante os anos 30.
d) disputa pela supremacia da economia mundial entre o Ocidente e as potências orientais, como a China e o Japão.
e) constante confronto das duas superpotências que emergiram da Segunda Guerra Mundial.

8) (Puccamp) "... foi um período em que a guerra era improvável, mas a paz era impossível. A paz era impossível porque não havia maneira de conciliar os interesses de capitalistas e comunistas. Um sistema só poderia sobreviver à custa da destruição total do outro. E a guerra era improvável porque os dois blocos tinham acumulado tamanho poder de destruição, que se acontecesse um conflito generalizado seria, com certeza, o último..."
O texto descreve uma problemática que, na história recente da humanidade,
a) identifica as tensões internacionais durante a Revolução Russa.
b) ilustra as relações americano-soviéticas durante a Guerra Fria.
c) caracteriza o panorama mundial durante a Guerra do Golfo Pérsico.
d) revela o perigo da corrida armamentista durante a Revolução Chinesa.
e) explica os movimentos pacifistas no Leste Europeu durante a Guerra do Vietnã

9) (IBMECRJ) A chamada Nova Ordem Mundial, que marcou o final do século XX, é caracterizada por uma série de importantes acontecimentos, EXCETO:
a) A queda do Muro de Berlim.
b) A implosão da União Soviética.
c) A redemocratização da Europa Oriental.
d) A reunificação da Coréia.
e) O fim da Guerra Fria.

10) (VUNESP) A ordem geopolítica bipolar, que se desagregou quase que totalmente nos últimos anos, cede lugar a uma nova ordem:
a) multipolar
b) sem pólos ou centros de decisão
c) monopolar
d) neonazista
e) apolítica

11) Em 1949 foi fundada em Washington uma organização militar que atualmente congrega países de três continentes. Esta organização militar fez oposição a uma outra que foi criada em 1955 na Polônia e que congregava países socialistas como URSS, Polônia, RDA, Bulgária, Hungria, Romênia e Tchecoslováquia. As organizações militares referidas nos textos são, respectivamente:
a) Pacto de Varsóvia e Comecon
b) Otan e MCC
c) Associação Européia do Livre Comércio e Comecon
d) Otan e Pacto de Varsóvia
e) Organização das Nações Unidas e Cortina de Ferro

12) (ENEM – 1999) “Os 45 anos vão do lançamento das bombas atômicas até o fim da União Soviética, não foram um período homogêneo único na história do mundo. (…) dividem – se em duas metades, tendo como divisor de águas o início da década de 70. Apesar disso, a história deste período foi reunida sob um padrão único pela situação internacional peculiar que o dominou até a queda da URSS.” (HOBSBAWM, Eric J. Era dos Extremos. São Paulo: Cia das Letras, 1996.)
O período citado no texto conhecido por “Guerra Fria” pode ser definido como aquele momento histórico em que houve:
a) corrida armamentista entre as potências imperialista européias ocasionando a Primeira Guerra Mundial.
b) Domínio dos países socialistas do Sul do globo pelos países capitalistas do Norte.
c) Choque ideológico entre a Alemanha Nazista/União Stalinista, durante os anos 1930.
d) disputa pela supremacia da economia mundial entre o Ocidente e as potências orientais, como a China e o Japão
e) Constante confronto das duas superpotências que emergiram da Segunda Guerra Mundial.

13) O primeiro país socialista da história foi:
a) Rússia
b) URSS
c) EUA
d) China
e) Cuba

14) (FGV-SP) A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) foi estabelecida em Washington, em 4 de abril de 1949. Sua criação está relacionada:
a) Ao contexto de aproximação das potências vencedoras da Segunda Guerra Mundial.
b) Ao processo de liberalização da economia mundial que lançaria as bases da globalização.
c) Ao processo de descolonização nos continentes africano e asiático.
d) Ao contexto de polarização político-militar entre os países capitalistas e socialistas.
e) Ao contexto de endividamento dos países europeus com as instituições financeiras internacionais.

15) (UNEP) A propósito do conceito de Guerra Fria, aplicado às relações internacionais após a Segunda Guerra Mundial, assinale a alternativa correta.
a) Trata da rivalidade entre blocos capitalistas e comunistas liderados, respectivamente, pelos EUA e pela URSS.
b) Indica as lutas travadas pelo povo iraniano contra a dinastia Pahlevi.
c) Aplica-se ao contexto de guerras pela independência nacional, ocorridas na Ásia e na África.
d) Explica o desenvolvimento de blocos econômicos em disputa, a saber: o Comecon e o MCE.
e) Contempla as disputas diplomáticas entre árabes e israelenses pela posse da península do Sinai.

16) (PUCGO) As duas grandes marcas do século XX foram as guerras mundiais e o socialismo, ocasiões que geraram um terceiro grande fenômeno: a Guerra Fria, em que a moldura de uma ordem mundial bipolar se baseava na rivalidade entre os EUA e a União Soviética. Analise as proposições seguintes sobre as grandes transformações do século XX:
I - A partir de 1945, o mundo esteve dividido, predominantemente, em blocos de países sob influência dos EUA e da União Soviética, que entraram em confronto de forma direta, o que levou o mundo a temer o deflagrar de uma guerra nuclear iminente.
II - No Plano Marshall encontra-se a origem da Guerra Fria. Esse Plano representou a resposta americana à crise europeia, por meio do financiamento americano da reconstrução da Europa.
III - O zênite da Guerra Fria aconteceu no momento em que duas graves crises colocaram à prova a resolução das duas superpotências e comprovaram o perigo de uma guerra total. Trata-se da crise de Berlim, em 1961, e a crise dos mísseis em Cuba, em 1962.
IV - Por consequência do fim da Guerra Fria e da queda o muro de Berlim, o socialismo definitivamente deixou de existir e de orientar a política de diversos países.
V - Pode-se concluir que, para o quadro histórico do final do século XX e início deste século, tanto o socialismo quanto o capitalismo conseguiram consolidar diretrizes para os graves problemas socioeconômicos e políticos que afligem a humanidade.
Após a análise das proposições, assinale a alternativa verdadeira:
a ) Apenas o item III é correto.
b) Os itens II e III estão errados.
c) Apenas o item V é correto.
d) Os itens II e III estão corretos.

17) (Ufmg) Os acordos de Bretton-Woods, firmados na década de 40 do século XX, relacionam-se
a) aos arranjos econômicos para se viabilizar uma nova ordem na economia mundial no imediato pós-guerra.
b) à criação de condições para a realização de uma conferência internacional a fim de se negociar o término da II Guerra.
c) às tentativas de se reerguer a economia da Europa Ocidental por meio de empréstimos de capitais norte-americanos.
d) aos acordos para estabelecimento de um pacto militar entre os países vitoriosos, visando-se a garantir uma paz duradoura.

18) (Ufpi) Destacam-se, no cenário financeiro mundial, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), também conhecido como Banco Mundial.
A este respeito é correto afirmar que:
a) os empréstimos do Banco Mundial são efetuados de forma exclusiva para os países da Comunidade Européia.
b) a intensa atuação destes dois organismos financeiros vem impedindo as disputas de territórios entre países na Europa Central.
c) na América Latina, a ação destes organismos possibilitou uma melhor redistribuição da renda, resultando numa forte diminuição das desigualdades sociais.
d) essas instituições financeiras foram criadas logo após o final da Segunda Guerra para planejar os rumos da economia mundial face a nova situação.
e) inexiste qualquer tipo de relação entre estes organismos financeiros e o Grupo dos Sete, também conhecido como G7.

19) (FDV) “A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) ou North Atlantic Treaty (NATO) foi criada em 1949, como um grande sistema de defesa multinacional, que reuniu as forças militares dos Estados Unidos, do Canadá e de vários países da Europa.”
LUCCI, Elian Alabi; BRANCO,Anselmo Lazaro; MENDONÇA, Cláudio. TERRITÓRIO E SOCIEDADE no mundo globalizado. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Saraiva, 2005, p.84.
Sobre a OTAN, assinale a única afirmativa CORRETA.
a) Criada no contexto da Guerra Fria, a OTAN tinha como principal objetivo garantir o sucesso do Plano Marshall na reconstrução dos países europeus afetados pela Segunda Guerra Mundial.
b) Com o desmoronamento do bloco socialista no final dos anos 1980, a OTAN perdeu sua razão de existência e encerrou suas atividades.
c) A Rússia finalmente rendeu-se ao projeto dos Estados Unidos para a instalação de elementos de um escudo antimísseis na Polônia e na República Tcheca.
d) A OTAN tinha, na sua origem, um significado e um objetivo paralelos, no domínio político-militar aos do Plano Marshall no domínio político-econômico.
e) Com o aval da Rússia, a OTAN decidiu ampliar-se até os Bálcãs Ocidentais, a região mais instável da Europa, admitindo como novos membros da Organização a Ucrânia e a Geórgia.

20) (UCB)

Os quadrinhos fazem uma crítica com relação ao período da Guerra Fria, quando a bipolaridade Estados Unidos X União Soviética; e capitalismo X socialismo foi predominante no cenário geopolítico internacional. Acerca desse momento histórico, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos.
0. (  ) A Segunda Guerra Mundial trouxe a hegemonia do império americano no campo econômico, no militar e no político, uma vez que o dólar passou a ser a moeda universal e os Estados Unidos o grande credor do mundo ocidental.
1. (  ) Ao impedir o avanço do comunismo no mundo durante a Guerra Fria, os Estados Unidos atuaram sempre no sentido da frase expressa nos quadrinhos: “Eu serei o destemido americano defensor da liberdade e da democracia”.
2. (  ) O expansionismo dos Estados Unidos é anterior à Guerra Fria. A conquista de territórios na porção ocidental das iniciais treze colônias, após a independência da coroa britânica, é um exemplo desse fato.
3. (  ) A criação do estado de Israel amenizou os conflitos durante o período da Guerra Fria, uma vez que, finalmente, o povo judeu passou a ter o seu território, vendo o seu país constituído internacionalmente.
4. (  ) Após a queda do muro de Berlim, o mundo assiste ao final da Guerra Fria e, com ele, à paz entre os diferentes povos, o que, na atualidade, é um fato marcante.


21) (CEFET-MG) Leia o trecho.
Jamais a face do globo e a vida humana foram tão dramaticamente transformadas quanto na era que começou sob as nuvens em cogumelo de Hiroxima e Nagasaki. [...]. E de qualquer modo, a primeira contingência que se teve de enfrentar foi o imediato colapso da grande aliança antifascista.
HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX - 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995, p. 177.
São momentos marcantes da nova era assinalada pelo historiador, EXCETO
a) o exercício de força praticado por Kruschev, em 1962, colocando mísseis soviéticos em Cuba.
b) a Doutrina Truman, de 1947, perpetuando as rivalidades e conflitos entre os grandes impérios europeus.
c) o prolongamento da Guerra do Vietnã, de 1965 a 1975, dividindo a opinião pública da nação norte-americana.
d) a construção do Muro de Berlim, em 1961, fechando a última fronteira indefinida entre o Oriente e o Ocidente na Europa.
e) a intervenção dos EUA e seus aliados na Coréia, em 1950, impedindo a instalação do regime comunista no sul do país asiático.
22) (UFPR) Sobre a Guerra Fria, assinale a alternativa CORRETA.
a) A construção do Muro de Berlim ergueu o maior símbolo concreto da Guerra Fria. Foi
construído por determinação das autoridades da Alemanha Ocidental para evitar a passagem
e as fugas para o território da Alemanha Oriental, durante cerca de três décadas, ele simbolizou
a cisão entre as superpotências.
b) Durante a dominação das superpotências, todos os países mundiais obedeciam às diretrizes
traçadas pelos estadunidenses e pelos soviéticos. De um lado, os Estados Unidos propondo,
por exemplo, uma ordem econômica baseada no neoliberalismo; de outro, a ex-União Soviética
pregando a economia planificada e centralizada.
c) Uma das imagens que a bipolaridade política reforçou foi a de que o mundo estava congelado
do ponto de vista político-ideológico. Isso é verdadeiro, já que neste período nenhuma
inovação ocorreu, seja no capitalismo, seja no chamado socialismo.
d) O confronto entre as duas potências aconteceu em vários pontos do mundo com vários
países recebendo armas nucleares e outros armamentos que disputavam, entre si, o controle
territorial de vastas áreas, principalmente na África e Oceania.
e) O fenômeno da Guerra Fria é definido, pela ampla maioria dos estudiosos do assunto, como
o período no qual duas superpotências buscavam controlar o mundo e expandir suas áreas de
influência opondo dois sistemas – o capitalismo e o socialismo estatal -, ao mesmo tempo em
que se reafirmava como as detentoras do poder mundial e impediam o surgimento de outras
alternativas de poder.
23) (Cesgranrio) A URSS transformou-se, após 1945, numa das potências mundiais, tanto no campo econômico como técnico. Um dos melhores exemplos dessa transformação é o:
a) desenvolvimento da política espacial, representada pela primeira viagem em torno da Terra por Gagarin.
b) desenvolvimento da indústria cinematográfica e das teorias em torno da fusão nuclear.
c) desenvolvimento da indústria automobilística e o incremento do sistema industrial privado.
d) crescimento do mercado interno, com o desenvolvimento de novas técnicas de cultivo agrícola e aumento de salários.
e) crescimento da produção agrícola em função do fim da intervenção do Estado no setor e de técnicas administrativas americanas.

24) (Cesgranrio) O fim da Guerra Fria, expresso na extinção da União Soviética, em 1991, acarretou um novo equilíbrio e o ordenamento das relações internacionais, que se caracteriza por um (a):
a) enfraquecimento dos movimentos nacionalistas regionais e das tendências de globalização na Europa ocidental.
b) declínio da liderança política internacional das superpotências em virtude da transferência do controle de seus arsenais nucleares para a Assembléia Geral da ONU.
c) revitalização das alianças militares estratégico-defensivas, conforme os pactos políticos da Europa central e do leste.
d) formação de megablocos político-econômicos que favoreceram a internacionalização dos fluxos de capitais, tais como a da Comunidade Européia e a do Nafta
e) decadência econômica dos países da bacia do Pacífico que haviam mantido uma posição de neutralidade durante a Guerra Fria, tais como Cingapura e Malásia.

25) (Fgv) Em junho de 1947, o governo dos EUA passou a implementar um projeto de reconstrução da Europa denominado Plano Marshall. Qual dos tópicos a seguir NÃO é uma causa desse plano:
a) o temor trazido pela criação do Mercado Comum Europeu (MCE);
b) o deslocamento do controle do capitalismo da Europa para os EUA e sua crescente influência sobre os países europeus;
c) a necessidade que a Europa tinha de reunir recursos para pagar o seu principal credor, os EUA, que lhe forneceram desde alimentos até materiais bélicos durante a II Guerra Mundial;
d) a necessidade de se reconstruírem as cidades e de recuperarem a indústria e a agropecuária européia, devastadas durante a II Grande Guerra;
e) o interesse que os Estados Unidos tinham em fortalecer a ordem capitalista na Europa Ocidental e, assim, impedir a expansão do socialismo no continente.

26) (Ufmg) Sobre a geopolítica na conjuntura imediatamente pós Segunda Guerra, pode-se afirmar que
a) as áreas que não se envolveram, diretamente, no conflito conseguiram alcançar um amplo desenvolvimento econômico baseado em uma política de exportação.
b) as diversas formas de dominação colonial e de exploração que caracterizavam, historicamente, as relações entre o centro e a periferia foram mantidas.
c) os países aliados estabeleceram uma política de arrasamento dos países vencidos inviabilizando o crescimento mundial durante décadas.
d) os países vencidos se agruparam formando o bloco dos não-alinhados viabilizando, assim, sua recuperação uma vez que não foram levados em consideração pelos vencedores.

Fonte: Geografalando, Sou mais Enem, Geo-Conceição, Colégio Santa Rosa - material do Professor Carlos Ferreira, História e Vestibular.

Respostas:
1 A; 2 B; 3 D; 4 C; 5 B; 6 E; 7 E; 8 B; 9 D; 10 A; 11 D; 12 E; 13 B; 14 D; 15 A; 16 D; 17 A; 18 D; 19 D; 20 V F V F F;
21 B; 22 E; 23 A; 24  D; 25 A; 26 B.

5 de dezembro de 2015

Exercícios - estrutura geológica da Terra

1) As rochas sedimentares são estruturas sólidas formadas a partir do processo de transformações de outras rochas preexistentes. Essa transformação ocorre graças à alteração das condições de ambiente, temperatura e pressão em relação ao ponto em que essas rochas se originaram.
    Com base nessas informações e em seus conhecimentos em Geografia Física, assinale a alternativa que indica um local onde é mais provável a ocorrência do fenômeno citado.
(a) Chapada Diamantina, Brasil.                    
(b) Parque Nacional de Yellowstone, Estados Unidos.
(c) Deserto do Saara, África.                         
(d) Cordilheira dos Andes, América do Sul.
(e) Golfo pérsico, Oriente Médio.

2)A imagem abaixo representa o fóssil de uma libélula. O fenômeno da fossilização só pode ocorrer em rochas sedimentares, pois:
                                                           Exemplo de um fóssil
(a) Essas rochas não possuem densidade suficiente para destruir os fósseis.
(b) São estruturas geologicamente antigas, quando os primeiros animais surgiram.
(c) Ocorre durante o processo de diagênese, com a formação das rochas sedimentares.
(d) São as únicas rochas encontradas abaixo da superfície.
(e) Originam-se a partir do congelamento dos sedimentos, conservando a estrutura dos restos fósseis.

3) Na crosta terrestre – camada externa – são encontradas rochas relativamente leves, constituídas principalmente por silício e alumínio. Essa camada apresenta uma espessura variável: sob os continentes, varia de 20 km a 70 km (a espessura máxima verifica-se nos locais sob as montanhas) e, sob os oceanos, onde predomina o silício e o magnésio, varia de 5 a 15 km. 
(Lucci, Elian Alabi; Anselmo Lázaro Branco e Cláudio Mendonça. Território e sociedade no mundo globalizado: Geografia Geral e do Brasil. Ensino Médio. Editora Saraiva, 2005. p.496.)
Sobre a composição da crosta terrestre, é possível afirmar que:
(A) Apresenta apenas dois dos três tipos de rochas existentes: magmáticas e metamórficas, uma vez que as rochas sedimentares só podem ser encontradas no manto terrestre.
(B) A maior parte da crosta terrestre é formada por rochas magmáticas, que podem se dividir em extrusivas e intrusivas.
(C) A maior parte da crosta terrestre é formada por rochas sedimentares, uma vez que elas constituem o solo através do processo de sedimentação dos demais tipos rochosos.
(D) A crosta terrestre apresenta apenas um tipo de rocha, pois se trata de uma camada homogênea.
(E) A composição da crosta varia conforme a sua profundidade, sobre a superfície estão as rochas ígneas e, mais próximo ao manto, encontram-se as rochas metamórficas.

4) São rochas formadas pela solidificação do magma pastoso.Quando a solidificação ocorre no interior da Terra, são chamadas de __________ou__________e quando a solidificação acontecer  na parte externa da Terra são chamadas de ___________ou____________.
a) Sedimentares – extrusivas ou vulcânicas – intrusivas ou plutônicas.
b) Metamórficas – intrusivas ou plutônicas – extrusivas ou vulcânicas.
c) Magmáticas – extrusivas ou vulcânicas – intrusivas ou plutônicas.
d) Magmáticas – intrusivas ou plutônicas – extrusivas ou vulcânicas.
e) Sedimentares – intrusivas ou plutônicas – extrusivas ou vulcânicas.

5) As(os)____________são formações geológicas consideradas antigas, formadas nas primeiras eras geológicas do planeta, durante a sua formação. São compostos por rochas ígneas, ou magmáticas, e metamórficas, apresentando uma elevada quantidade de grandezas minerais (como o ouro, o ferro, o alumínio e muitos outros). São áreas geologicamente estáveis, ou seja, com poucos terremotos e vulcanismos, costumando dar origens a regiões de planaltos.
a) escudos cristalinos 
b) bacias sedimentares
c) dobramentos modernos
d) planaltos
e) planícies

6) As(os)_____________são composições rochosas formadas a partir de extensas e inúmeras camadas de rochas sedimentares, que surgiram a partir da deposição de sedimentos ao longo das eras. São as mais extensas das estruturas geológicas, recobrindo cerca de 70% do relevo terrestre. São importantes por apresentarem, dependendo das condições locais, uma grande quantidade de fósseis e até petróleo.
a) escudos cristalinos
b) bacias sedimentares
c) dobramentos modernos
d) planaltos
e) planícies

7) As(os)_____________são formações geológicas consideradas recentes, cujo início ocorreu na era Cenozoica, no período Terciário (há cerca de 250 milhões de anos). São resultantes das ações do tectonismo, geralmente do choque ou conflito entre duas placas tectônicas. Essas formações são originárias das grandes cadeias de montanhas da Terra, como a Cordilheiras dos Andes (América do Sul) e a Cordilheira do Himalaia (Ásia), onde se encontra a montanha mais elevada do planeta, o Everest.
a) escudos cristalinos
b) bacias sedimentares
c) dobramentos modernos
d) planaltos
e) planícies

8) A crosta terrestre é formada por três tipos de estruturas geológicas, caracterizadas pelos tipos predominantes de rochas, pelo processo de formação e pela idade geológica. Essas estruturas são os maciços cristalinos, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos. Sobre esse assunto, é CORRETO afirmar:
(A) os maciços antigos ou escudos cristalinos datam da era pré-cambriana, são constituídos por rochas sedimentares e são ricos em jazidas de minerais não metálicos. 
(B) as bacias sedimentares são formações muito recentes, datando da era quaternária, ricas em minerais energéticos e com intenso processo erosivo; constituem 64% do território brasileiro. 
(C) os dobramentos modernos, resultantes de movimentos epirogenéticos, são constituídos por rochas magmáticas, datam do período terciário e são ricos em carvão e petróleo, como os Andes, os Alpes e o Himalaia. 
(D) as principais reservas petrolíferas e carboníferas do mundo encontram-se nas bacias sedimentares, enquanto minerais como ferro, níquel, manganês, ouro, bauxita etc. são encontrados nos maciços cristalinos; os dobramentos modernos constituem áreas de intenso vulcanismo.

9- Observe o mapa.

(ANA, 2001. Adaptado.) O mapa destaca o Aquífero Guarani, importante reservatório de água subterrânea, formado por rochas
(A) Ígneas e graníticas.                         
(B) Vulcânicas e ígneas.                            
(C) Graníticas e arenosas.
(D) Graníticas e vulcânicas.                  
(E) Arenosas e vulcânicas.

10) Leia e analise as afirmativas a seguir, referentes a temas relacionados a alguns aspectos da Litosfera.

1. As rochas ígneas ou plutônicas intrusivas, como os quartzitos e os gnaisses, formam-se a partir da extrusão e consequente consolidação do material magmático, advindo do Manto terrestre.
2. A Crosta sólida do planeta Terra é constituída de uma variedade enorme de materiais minerais e rochosos, embora apenas dois desses materiais nela predominem: o alumínio e o silício.
3. Existem, na superfície terrestre, rochas que resultam de transformações químicas sofridas por materiais em suspensão existentes nas águas; o sal-gema e a gipsita exemplificam esses corpos rochosos.
4. As rochas metamórficas resultam de transformações sofridas, em sua composição e em sua estrutura, por rochas preexistentes, quando entram em contato com rochas magmáticas ou quando submetidas a elevadas pressões e temperaturas.
5. Em um mesmo meio bioclimático, rochas ígneas e rochas sedimentares resultam em relevos iguais porque a erosão independe da qualidade do material rochoso, existente na parte superficial da crosta terrestre e se subordina muito mais às condições climáticas do ambiente. Estão CORRETAS
 A) 1 e 4.         
 B) 2 e 5.          
 C) 3, 4 e 5.          
 D) 2, 3 e 4.            
 E) 1, 2, 3, 4 e 5.



11) Observe a figura abaixo:



No decorrer do tempo geológico, as rochas sofrem diversas modificações e se transformam. Com base na figura acima e nos conhecimentos sobre dinâmica da crosta terrestre, assinale a afirmativa INCORRETA:

(a) As rochas ígneas são formadas a partir do resfriamento do magma, levando à formação de rochas como o granito.
(b) O intemperismo transforma as rochas ígneas em metamórficas, como ocorreu com a formação do calcário na região de Sete Lagoas (MG).
(c) As rochas metamórficas são mais resistentes ao intemperismo do que as rochas sedimentares, permitindo o uso dessas na construção civil.
(d) As rochas sedimentares são formadas pelo processo de compactação do material oriundo do intemperismo e do transporte das rochas ígneas ou metamórficas.
(e) As rochas metamórficas resultam da transformação de rochas antigas, que sofreram pressão ou elevação de temperaturas, como é caso do gnaisse.

12) (EEEP) Algumas rochas são originadas a partir da consolidação do magma, sendo que através de sua textura pode-se determinar as condições geológicas em que estas rochas se formaram. Ao saber a textura, consegue-se determinar o tamanho e a disposição dos minerais que compõem a rocha.
Assinale a alternativa que contém corretamente a sua denominação e um respectivo exemplo dessa rocha.
a) magmática / argilito     
b) sedimentar / estalactite
c) metamórfica / granito                      
d) sedimentar / basalto
e) magmática / granito

13) O processo de desagregação de rochas, seja ele químico, físico ou biológico, é conhecido como intemperismo.
A formação de cavernas de calcário é considerada um exemplo de:
a) Intemperismo biológico pela atuação de raízes de árvores.
b) Intemperismo físico dado pelo impacto de fragmentos transportado pela água.
c) Intemperismo físico determinado pelo congelamento da água que penetra nas fraturas das rochas.
d) Intemperismo químico dado pela dissolução causada pela chuva ácida.
e) Intemperismo químico dado pela dissolução do calcário pela água.

14) (EEEP 2015) A ocorrência de petróleo, carvão mineral e gás natural está associada ao qual estrutura geológica?
a) dobramentos antigos
b) escudos cristalinos
c) dobramentos modernos
d) bacias sedimentares
e) crátons

15) As rochas, quando passam pelo processo de intemperismo, sofrem um processo de decomposição e desagregação, transformando-se em sedimentos ou material sedimentar, que podem ser transportados para outras áreas.
Os termos “decomposição” e “desagregação” acima destacados fazem referência, respectivamente, aos intemperismos:
a) químicos e físicos
b) físicos e químicos
c) naturais e antrópicos
d) biológicos e mecânicos
e) orgânicos e físico-químicos

16) (EEEP 2015) Relevo caracterizado por um abrupto encontro da terra com o mar. Formam-se escarpas na vertical que terminam ao nível do mar e encontram-se permanentemente sob a ação erosiva do mar. Ondas desgastam constantemente a costa, o que por vezes pode provocar desmoronamentos ou instabilidade da parede rochosa.
Disponível em: http://pt.wikipedia.org
Acesso em: 12 de junho de 2015
O texto acima refere-se a qual formação de relevo?
a) duna
b) tabuleiro
c) planície
d) inselberg
e) falésia

Fonte (livro): 
ALMEIDA, Lucia Marina e ALMEIDA, Tércio Rigolin. Fronteiras da Globalização. V.1.
Fonte (internet): 
Blog Helio dos Santos Chagas, Blog Espaço da Geografia (Prof. Edivaldo Bessa).

3 de dezembro de 2015

Impactos Ambientais - questões de vestibulares

1) (UEMG) Observe a tirinha seguinte:
Calvin e Haroldo 4/9/2008
Em relação ao efeito estufa, observe as seguintes proposições:
I. É um fenômeno provocado pela ação antropogênica e que causa apenas malefícios ao nosso planeta.
II. O fenômeno provoca o aumento da temperatura média atmosférica como resultado do acúmulo de gás carbônico e outros gases.
III. A queima de combustíveis fósseis não emite gases estufa.
IV. A absorção e consequente irradiação na faixa do infravermelho pelo gás carbônico provoca
um aumento na temperatura atmosférica. Com base na sua observação, estão CORRETAS as proposições
a) I e II
b) III e IV
c) I e III
d) II e IV
2) (UFBA) A antiga lenda grega de Pandora e da caixa que abriu libertando as pragas e desastres é um mito que podemos evocar na atualidade. Dessa forma, em uma aplicação do mito da caixa de Pandora, o desenvolvimento técnico-científico, médico e militar atual parece ter desencadeado forças de consequências perigosas que se voltam contra nós.Já temos sinais evidentes de advertência dados pelo ambiente global: terras cultiváveis estão sendo envenenadas por produtos químicos, o ar das grandes cidades é perigoso para respirar; florestas são derrubadas, rios e lagos estão cada vez mais poluídos por despejos de resíduos químicos. As vastas quantidades de poluentes que entram no oceano, quase um milhão de substâncias tóxicas, estão envenenando a vida marinha, especialmente as diatomáceas que absorvem o dióxido de carbono e produzem oxigênio.
(MORAES, 2011, p. 168).
Com base nas informações do texto e nos conhecimentos sobre os grandes problemas ambientais ocorridos no mundo contemporâneo, pode-se afirmar:
(01) O assoreamento dos rios e das nascentes é um problema causado pela perda do solo, pois a remoção da mata ciliar faz com que as águas pluviais carreguem maior quantidade de sedimentos para os leitos fluviais, reduzindo, assim, a vazão e a profundidade dos canais de drenagem.
(02) A poluição do ar nas grandes cidades localizadas em fundo de vales, como a cidade do México, agrava-se substancialmente, sobretudo durante o verão, uma vez que o ar mais aquecido favorece o aprisionamento dos poluentes em suspensão, concentrando-os nos níveis mais altos da atmosfera.
(04) O Mar de Aral, localizado no extremo norte da Ásia, representa, na atualidade, um símbolo de preservação ambiental, no tocante ao uso de suas águas, pois conseguiu manter, ao longo das últimas décadas, a extensão original de sua área geográfica, sem alterar a salinidade.
(08) A silvicultura representa um agente modificador das florestas tropicais, uma vez que essa atividade substitui a mata original por outros tipos de árvores plantadas de forma homogênea, visando a atender, dentre outras, a produção de celulose.
(16) Os grandes centros urbanos vêm apresentando, cada vez mais, uma redução das áreas verdes e um contínuo aumento da permeabilidade dos solos, dificultando o escoamento superficial e ocasionando uma diminuição do lençol subterrâneo.
(32) Os oceanos recebem uma quantidade muito grande de poluentes, sobretudo nas desembocaduras dos canais fluviais, seja por descarga deliberada e transportada, seja por condições de arraste natural ou, ainda, por canais efluentes, comprometendo a qualidade das praias e a estrutura dos corais.
(64) O processo de desertificação que vem se alastrando no sudeste do Rio Grande do Sul advém de fatores climáticos associados ao uso intensivo do solo agrícola para produção de cereais, em terrenos de estrutura geológica cristalina, gerando uma verdadeira degradação ambiental denominada de “arenização”.

Resposta: 01+08+32 = 41

3) (UFPA) A busca descontrolada do crescimento econômico pelas sociedades contemporâneas tem gerado o agravamento dos problemas socioambientais no planeta. Sobre esses impactos é correto afirmar que:
a) a proteção das águas dos rios, em áreas florestais, tem contribuído para o crescimento do uso irracional e aumento da poluição de seus recursos hídricos.
b) o incentivo à redução do desmatamento intensifica a preservação das espécies vegetais, em áreas de floresta, e, ao mesmo tempo, combate o aquecimento global.
c) o crescimento da pecuária, nas pradarias e nas savanas tropicais, contribui para a implantação de programas de preservação de organismos vivos de todas as origens.
d) as políticas e as práticas para o desenvolvimento sustentável alteram a composição atmosférica e intensificam o desaparecimento de corredores de biodiversidade no planeta.
e) o processo de desertificação no planeta, intensificado pelas atividades econômicas, preserva os cursos de água e a vegetação ribeirinha presente nas estepes tropicais.

4) (UNIFOR) TERRA, NOSSO LAR. A humanidade é parte de um vasto universo em evolução. A Terra, nosso lar, é viva como uma comunidade de vida incomparável. As forças da natureza fazem da existência uma aventura exigente e incerta, mas a Terra providenciou as condições essenciais para a evolução da vida. A capacidade de recuperação da comunidade de vida e o bem- estar da humanidade dependem da preservação de uma biosfera saudável com todos seus sistemas ecológicos, uma rica variedade de plantas e animais, solos férteis, águas puras e ar limpo. O meio ambiente global com seus recursos finitos é uma preocupação comum de todos os povos. A proteção da vitalidade, diversidade e beleza da Terra são um dever sagrado.
(Trecho do preâmbulo da Carta da Terra)
Em 22 de abril de 1970, o Senador norte- americano, Gaylord Nelson, convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição. Mais de 20 milhões de pessoas nos Estados Unidos preocupados com a visível degradação planetária engajaram-se ao movimento. A partir de 1990, o Dia da Terra passou a ser adotado em vários países, tornando-se evento internacional. A comemoração do Dia da Terra é uma forma de chamar a atenção da população mundial para:
I) a necessidade urgente da preservação e recuperação dos recursos naturais.
II) a motivação da sociedade global para a urgência do desafio da sustentabilidade planetária.
III) a falta de necessidade de se considerar os efeitos da poluição industrial, mas sim as suas causas.
Está correto, apenas, o que se afirma em:
a) I
b) II
c) III
d) I e II
e) I e III

5)  (IFBA) Mostrengo enviado para punir o povo de Tebas por ter afrontado os deuses, a Esfinge tinha cabeça e seios de mulher, corpo e patas de leoa, e asas de águia. Instalada às portas da cidade, ela exigia que seus melhores jovens a enfrentassem. Todos eram impiedosamente trucidados porque não conseguiam responder ao enigma que ela lhes propunha. Desgraça que só terminou quando apareceu um esperto rapaz, vindo de Corinto e chamado Édipo. Ele matou a charada, provocando o suicídio da fera. O resto da lenda é bem conhecido.
Pois bem, o “desenvolvimento sustentável” também é um enigma à espera do seu Édipo [....] .
VEIGA, José Eli da. Desenvolvimento Sustentável: o desafio do século XXI. 3a edição. Rio de Janeiro: Garamond, 2008, p.3.
O desenvolvimento sustentável se define de forma enigmática por constituir-se enquanto o desafio do Século XXI. Nesta perspectiva, pode-se afirmar:
a) A privatização da água proposta pelo Banco Mundial é uma medida de uso e apropriação racional da natureza com vistas à sustentabilidade socioeconômica e ambiental.
b) Os conflitos socioambientais evidenciam as contradições da relação estabelecida entre a sociedade e a natureza no modelo de desenvolvimento capitalista.
c) O Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), proposto pelo governo federal, tem como projeto estruturante a criação de reservas e parques nacionais para a promoção do desenvolvimento sustentável na Amazônia.
d) A regulação da biodiversidade pela Organização das Nações Unidas (ONU), enquanto patrimônio da humanidade, vem garantindo o cumprimento legal da política ambiental brasileira.
e) A conservação natural dos ecossistemas terrestres para a reprodução social da vida torna evidente o desenvolvimento sustentável no capitalismo.

6) (UNEAL) O conceito de Desenvolvimento Sustentável parte do princípio de que
a) para sustentar o consumo da população mundial, a destruição do meio ambiente deveria ser contida nos países pobres.
b) o atendimento às necessidades básicas das populações, no presente, não deve comprometer os padrões de vida das gerações futuras.
c) o padrão básico de vida populacional tem esgotado os recursos naturais e a alternativa seria rever o modo de viver nas grandes cidades.
d) o desenvolvimento industrial deve diminuir, adaptando um novo modo de vida às gerações atuais e otimizando o uso de produtos artesanais.
e) a diminuição da retirada de recursos naturais renováveis e não renováveis buscam estabelecer novas formas de convívio com o meio agropecuário.

7) (UEPB) Sobre a globalização dos problemas ambientais é correto afirmar:
I - Após a Revolução Industrial, a Natureza passou a ser vista como uma fonte de recursos econômicos a ser explorada por meio de instrumentos cada vez mais sofisticados, criados pela ciência e pela tecnologia. Nesse processo, o meio ambiente foi submetido a uma contínua devastação, pondo em risco o equilíbrio do planeta e afetando a vida de toda a humanidade.
II - Nas últimas décadas do seculo XX, com o agravamento dos problemas ambientais, a sociedade se mobilizou para deter os efeitos nocivos das atividades econômicas, predatórias e poluentes.
III - Os grupos ecológicos se multiplicaram e a pressão social resultou na aprovação pelos poderes públicos de leis de proteção ao meio ambiente.
IV - No âmbito internacional, a preservação do meio ambiente passou a constituir elemento importante de um país para negociar a comercialização de seus produtos e recebimento de empréstimos.
Está(ão) correta(s)
a) Apenas a proposição I
b) Todas as proposições
c) Apenas as proposições II e IV
d) Apenas as proposições I e II
e) Apenas as proposições I e III

8) (UFOP) Na atualidade, proteger o meio ambiente consiste em assumir atitudes cotidianas, pessoais e coletivas. Assinale a medida que NÃO está de acordo com essa assertiva.
a) Coleta seletiva de lixo urbano e ampliação da rede de coleta de esgotos urbanos e das estações de tratamento.
bImplantação de indústrias de reciclagem nas áreas de preservação natural com o objetivo de gerar mais recursos econômicos.
c) Industrialização do lixo orgânico e dos resíduos de papel, metais, plásticos, vidros e outros produtos similares.
d) Aprimoramento das técnicas de manejo agrícola, considerando-se as características do solo e do clima, com o objetivo de atenuar os processos erosivos.

9) Todas as alternativas apresentam conseqüências ambientais das alterações provocadas pelo homem na camada de ozônio, EXCETO
a) Alteração do espectro solar incidente na superfície.
b) Aumento da incidência de doenças de pele e câncer no homem.
c) Aumento da intensidade de radiação solar incidente na superfície.
d) Intensificação do efeito estufa na atmosfera terrestre.
e) Ocorrência de impactos negativos sobre a fauna e a flora.


10) Sobre o desenvolvimento sustentável NÃO é correto afirmar que:
a) o discurso dos países centrais tem um caráter contraditório pois países como o Japão têm-se livrado de indústrias poluidoras transferindo-as para países periféricos.
b) para alguns, poderá transformar-se em um argumento para a elevação de tarifas o boicotes protecionistas de ameaçados por produtos provenientes de países que não o meio ambiente.
c) para seus defensores não basta produzir bens para crescer; é necessário que essa produção não implique a geração de inúmeros impactos ambientais.
d) é uma forma de custo industrial que os países ricos querem impor ao resto do mundo, uma vez que não conseguem produzir bens em quantidade e com a qualidade necessárias.
e) implica a reformulação dos processos produtivos dos complexos industriais, com vistas à substituição de tecnologias "duras, sujas e pesadas" por tecnologias "suaves, limpas e leves".


11) O aumento significativo da produção de alimentos é o resultado da modernização do campo e da introdução de novas técnicas agrícolas, principalmente no mundo desenvolvido onde é maior o nível de capitalização e onde são utilizadas as mais avançadas tecnologias. No entanto esta revolução vem provocando uma série de impactos ambientais em ecossistemas agrícolas.
(Adaptado de SENE, Eustáquio. MOREIRA, João C. "Espaço Geográfico e Globalização". São Paulo: Ed. Scipione, 1998.)

Dentre as explicações para esses impactos ambientais, temos:
1. o plantio de uma única espécie, em grandes extensões de terra, causa desequilíbrios nas cadeias alimentares pré-existentes, favorecendo a proliferação de pragas;
2. os cortes feitos nas encostas das montanhas, para a formação de degraus, onde são feitos cultivos, provocam um revolvimento dos solos, o que facilita o transporte dos nutrientes pelas águas das chuvas;
3. a maciça utilização de agrotóxicos provoca a proliferação de linhagens resistentes, forçando o uso de pesticidas cada vez mais potentes, o que causa danos tanto aos trabalhadores que os manuseiam quanto aos consumidores de alimentos contaminados;
4. a utilização indiscriminada de agrotóxicos acelera a contaminação do solo e seu empobrecimento, ao impedir a proliferação de micro-organismos fundamentais para sua fertilidade.

Estão corretas as afirmativas:
a) 1 e 2.
b) 1 e 3.
c) 1, 2 e 3.
d) 1, 3 e 4.
e) 1, 2, 3 e 4.


12) Entre os impactos ambientais que a poluição atmosférica dos grandes centros urbanos causa, estão as chuvas ácidas, cuja formação é:
a) provocada pela reação química que se processa entre os gases poluentes e a umidade presente na atmosfera.
b) conseqüência do fenômeno da inversão térmica que determina uma retenção de ar quente próximo à superfície, provocando chuvas carregadas de poluentes.
c) conseqüência do aumento do "buraco de ozônio" na alta atmosfera, o que tem facilitado a formação de chuvas.
d) restrita às áreas com indústrias fabricantes de ácidos que eliminam umidade contaminada por agentes químicos, a qual se precipita como chuva artificial.
e) dependente da influência das ilhas de calor, pois o aumento de temperatura é o único elemento que determina a mudança de PH das chuvas, tornando-as ácidas.


Fonte:  Geo - ConceiçãoGeografia para todosProfessor.bio.br