12 de novembro de 2021

Terceira Revolução Industrial - Integração ciência e produção

A partir da segunda metade do século XX, iniciou-se uma nova fase de progressos tecnológicos, decorrente da integração entre ciência e produção, chamada de Terceira Revolução Industrial ou Revolução Técnico-Científica-Informacional. A aplicação quase que imediata das descobertas científicas ao processo produtivo favoreceu o crescimento das atividades em que se emprega alta tecnologia, como a informática, a robótica e as telecomunicações.

6 de novembro de 2021

SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL - Novo salto tecnológico

Esse vídeo é um resumo sobre a Segunda Revolução Industrial, que aconteceu entre a segunda metade do século XIX (entre 1850 e 1870) até o final da Segunda Guerra Mundial (1939/1945) no século XX. É um período onde houve grande progresso nas pesquisas científicas, com um novo salto tecnológico. Esse avanço foi marcado pelo uso do petróleo como fonte de energia e do aço de alta resistência na metalurgia, pela invenção de motores a combustão movidos a óleo diesel para a geração de energia elétrica.
O modelo de desenvolvimento apoiou-se nas indústrias de grande porte (siderúrgicas, metalúrgicas, petroquímicas e automobilísticas) e no investimento em transporte ferroviário e naval. Como consequência , houve uma nova organização do espaço geográfico nos países onde ocorreu a Segunda Revolução Industrial.
 
https://youtu.be/n0GKiNlnCxA

4 de novembro de 2021

PRIMEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL - As grandes transformações no mundo capitalista

A Primeira Revolução Industrial foi um evento extremamente importante pelas transformações que trouxe no mundo a partir do século XVIII, na Inglaterra. Esse vídeo é um resumo das principais características desse período, da passagem do sistema de manufatura para o sistema fabril e mostra as razões pelas quais a Inglaterra foi pioneira na Revolução Industrial, e as consequências de todas essas mudanças, que acarretou na intensa exploração da mão de obra.

31 de outubro de 2021

AS LINHAS IMAGINÁRIAS DA TERRA - Paralelos e meridianos

Esse vídeo é sobre as linhas imaginárias da Terra, os paralelos e os meridianos, que permitem a localização de qualquer ponto da superfície. Tendo como referência a linha do Equador e o meridiano de Greenwich, buscamos as coordenadas de um ponto, ou seja, a latitude e a longitude.

Esse é mais um vídeo resumo, com texto e música. Espero que vocês gostem!

https://youtu.be/c57yRXfxqSE

27 de setembro de 2021

A troposfera é a camada da VIDA!!!

Esse vídeo é sobre a camada da atmosfera mais importante para a nossa vida, a troposfera, camada onde acontece todos os fenômenos atmosféricos da Terra, como nuvens, chuva, neve, granizo, vento, tempestades, entre outros. É um pequeno vídeo sem narração, apenas com a música ao fundo e lindas imagens. Espero que vocês gostem! 
Se você gostou do vídeo, peço que compartilhe com quem possa também se interessar pelo assunto: https://youtu.be/MzAWK1_hXos

20 de setembro de 2021

Revisão Elementos do clima

 Nessa aula vamos fazer uma revisão sobre os elementos do clima, que são a temperatura, a umidade e a pressão do ar.

https://youtu.be/2FaJSRS2I3A

4 de setembro de 2021

Formação territorial do Brasil ‐ Como o território brasileiro se multiplicou?

O Brasil é o quinto maior país em extensão territorial. Para que houvesse essa expansão territorial precisamos analisar o contexto histórico, desde antes da chegada dos portugueses às terras que vieram a se tornar o Brasil, ou seja, pelo Tratado de Tordesilhas, que dividiu o mundo entre portugueses e espanhóis no século XV. 

E se os limites impostos pela linha de Tordesilhas tivesse sido respeitado como seria o território brasileiro? É isso que vamos analisar na aula de hoje.

https://youtu.be/dHIkOCsNSB8

22 de agosto de 2021

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS - se o mundo é redondo, como ele pode ser desenhado em um plano?

Esse vídeo é sobre as projeções cartográficas, que são a forma de representar o planeta em um mapa.Se o mundo é redondo (ou geóide), como ele pode ser desenhado em um plano? É possível fazer isso sem deixar nenhum tipo de distorção? A resposta é não, e é por isso que existem diferentes tipos de projeções: a cilíndrica, a cônica, a plana ou azimutal, a conforme, a equivalente e a afilática, que são estudadas nesse vídeo. Das projeções cilíndricas vamos estudar as projeções de Mercator, Peters e Robinson. Na sequência, estudamos as projeções cônicas e as planas ou azimutais. 

O objetivo desse vídeo é compreender as relações das projeções com as visões de mundo predominantes. E que, a partir disso, possamos desenvolver uma leitura crítica dos mapas.
https://youtu.be/YJekyF17NjE

16 de agosto de 2021

A importância da preservação da Amazônia

Estou republicando uma aula postada  em agosto de 2019 mostrando as razões pelas quais a Amazônia é importantíssima para o equilíbrio climático, não só do Brasil, mas da América do Sul e do mundo. Estou me referindo ao fenômeno dos "rios voadores", que precisa ser mais conhecido por nós.

A influência da Amazônia no regime de chuvas da América do Sul


“Rios voadores” são cursos de água atmosféricos, invisíveis, que passam por cima de nossas cabeças transportando umidade e vapor de água da bacia Amazônica para outras regiões do Brasil. A floresta Amazônica funciona como uma bomba d’água. Ela “puxa” para dentro do continente umidade evaporada do oceano Atlântico que, ao seguir terra adentro, cai como chuva sobre a floresta. Pela ação da evapotranspiração da floresta, as árvores e o solo devolvem a água da chuva para a atmosfera na forma de vapor de água, que volta a cair novamente como chuva mais adiante.
A evapotranspiração da floresta Amazônica e a umidade gerada por ela tem uma importante contribuição no regime de chuvas do Brasil.
Além de levar umidade para outras regiões do Brasil, estes fluxos aéreos de água, empurrados pelos ventos, levam a umidade para outros países da América do Sul como Bolívia, Paraguai, Argentina, Uruguai e até mesmo o sul do Chile.

O diagrama acima mostra qual o caminho percorrido pela água evaporada 
e a sua importância para o clima.
A animação do vídeo ajuda a entender o diagrama acima...



Por que a Amazônia é tão importante?


É um ecossistema único e insubstituível. É a maior floresta tropical e o sistema fluvial mais extenso do planeta. Seus 6,7 milhões de quilômetros se estendem por nove países e habitam 10% das espécies do planeta. O bioma é primordial para o bem-estar da humanidade: ajuda a estabilizar o clima e o ciclo hidrológico no mundo todo e gera inúmeros serviços ecossistêmicos que promovem a segurança alimentar e garantem água e energia para toda região.

O desmatamento pode afetar o equilíbrio climático e o fenômeno dos "rios voadores", como você pode observar na imagem abaixo.


Área desmatada na Amazônia em junho de 2021 — Foto: Reprodução/ Imazon

Fonte:

9 de agosto de 2021

CLIMA DO BRASIL - O que causa as diferenças entre o Norte e o Sul?

Esse vídeo é um resumo sobre clima do Brasil. Nessa breve aula, eu coloco o meu ponto de vista como professora de geografia e moradora de um estado da região Sul, o Rio Grande do Sul, e que passou por muitos invernos, tão frios como esse de 2021.

No vídeo explico e mostro as razões pelas quais é normal fazer frio no inverno aqui no Sul e mostro a Importância fundamental do mecanismo das massas de ar que atuam no Brasil durante o inverno. Então, mesmo ondas de frio mais fortes, elas sempre acontecem na região Sul, com maior ou menor intensidade. O anormal é o calor no inverno, que vem acontecendo nos últimos anos.
Mais sobre o assunto:

1 de agosto de 2021

Apresentação do canal Regina Bolico

Olá!!! Tudo bem com vocês? Nesse vídeo eu faço a apresentação do canal Regina Bolico. Eu sou professora com mais de três décadas de experiência em sala de aula trabalhando com Geografia, atualidades e meio ambiente.
Te convido a conhecer o canal para atualizar-se sobre tudo o que está acontecendo no mundo, já que o objeto de estudo da Geografia é a atuação do ser humano no mundo e todas as modificações que ocorrem por causa dessa atuação.

Se você gostou do vídeo, clique em "gostei" e compartilhe com quem possa gostar desse assunto https://youtu.be/Q7RDJfVZErs



27 de julho de 2021

O comércio mundial e os blocos econômicos

Nessa videoaula vou te mostrar, de forma simples, a evolução do comércio mundial a partir da segunda guerra mundial quando foi criado o GATT e, mais tarde, a OMC.

Os blocos econômicos são uma das formas de comércio internacional e associações realizadas entre países que visam aumentar as trocas comerciais regionais. Vamos estudar as etapas de integração dos blocos econômicos, que pode estar na zona de livre comércio, na união aduaneira, no mercado comum ou na união monetária.

13 de julho de 2021

Mundos do trabalho

Atualmente, o trabalho passa por intensas transformações, tanto em relação a inovações tecnológicas como à extinção de empregos e atividades tornadas obsoletas. Surgem também novas oportunidades e atividades de produção além de formas de regulamentação e gestão do trabalho. Contudo, tanto nas atividades que envolvem tecnologias avançadas, que exigem alta especialização e proporcionam alta remuneração, até as atividades mais tradicionais e antigas, como a de comerciantes e ambulantes, cada vez mais se exige do trabalhador e da trabalhadora que consigam gerir suas atividades e se organizar econômica, financeira e juridicamente e que arquem com as despesas relativas a previdência social, saúde e educação.

Atividades de reflexão

1. O mercado de trabalho exige, além do bom desempenho profissional, a capacidade de planejar e gerir as próprias atividades. O que você pensa sobre esse aspecto da vida profissional?

2. Vocês percebem que as mudanças no mundo do trabalho afetaram seus conhecidos, familiares e amigos? De que maneira?

Fonte: BOULOS JÚNIOR, Alfredo; ADÃO, Edilson; FURQUIM JÚNIOR, Laércio. Multiversos: ciências humanas: trabalho, tecnologia e desigualdade. São Paulo: FTD, 2020.

28 de junho de 2021

Vídeoaula escalas cartográficas


Você sabe o que é uma escala cartográfica? É um importante elemento presente nos mapas e representa a relação entre o espaço real e o espaço representado no mapa por meio de uma proporção numérica.
Nessa aula fazemos resolução de cálculos.

26 de junho de 2021

Videoaula A Nova Ordem Mundial


Nessa aula falamos da Nova Ordem Mundial, que é o período que estamos vivendo. De acordo com o vídeo, existem três visões de mundo sob o ponto de vista geopolítico: a mutipolaridade, a unipolaridade e a unimultipolaridade. Qual é a sua visão de mundo?


Se você quiser saber mais sobre o assunto, acesse o link abaixo:

https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2017/07/o-mundo-pos-guerra-fria-nova-ordem.html

25 de junho de 2021

Videoaula Representações cartográficas

                                            

Nessa aula vamos falar sobre as representações cartográfica, tendo como foco o mapa. Também vamos ver os elementos obrigatórios em um mapa e as diferenças entre mapa, carta e planta.

23 de junho de 2021

Videoaula orientação e coordenadas geográficas

A videoaula de hoje é sobre orientação, com a rosa dos ventos e os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais, e localização com as coordenadas geográficas e resolução de questões de vestibulares.
Se vocês tiverem sugestões de novos exercícios, entrem em contato!

20 de junho de 2021

EM - CHS - Competência específica 1

Analisar processos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais nos âmbitos local, regional, nacional e mundial em diferentes tempos, a partir da pluralidade de procedimentos epistemológicos, científicos e tecnológicos, de modo a compreender e posicionar-se criticamente em relação a eles, considerando diferentes pontos de vista e tomando decisões baseadas em argumentos e fontes de natureza científica.
Nesta competência específica, pretende-se ampliar as capacidades dos estudantes de elaborar hipóteses e compor argumentos com base na sistematização de dados (de natureza quantitativa e qualitativa); compreender e utilizar determinados procedimentos metodológicos para discutir circunstâncias históricas favoráveis à emergência de matrizes conceituais (modernidade, Ocidente/Oriente, civilização/ barbárie, nomadismo/sedentarismo, tipologias evolutivas, oposições dicotômicas etc.); e operacionalizar conceitos como temporalidade, memória, identidade, sociedade, territorialidade, espacialidade etc. e diferentes linguagens e narrativas que expressem conhecimentos, crenças, valores e práticas que permitem acessar informações, resolver problemas e, especialmente, favorecer o protagonismo necessário tanto em nível individual como coletivo. 
HABILIDADES

(EM13CHS101) Identificar, analisar e comparar diferentes fontes e narrativas expressas em diversas linguagens, com vistas à compreensão de ideias filosóficas e de processos e eventos históricos, geográficos, políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais.

(EM13CHS102) Identificar, analisar e discutir as circunstâncias históricas, geográficas,
políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais de matrizes conceituais hegemônicas (etnocentrismo, racismo, evolução, modernidade, cooperativismo/desenvolvimento etc.), avaliando criticamente seu significado histórico e comparando-as a narrativas que contemplem outros agentes e discursos.

(EM13CHS103) Elaborar hipóteses, selecionar evidências e compor argumentos relativos a processos políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais e epistemológicos, com base na sistematização de dados e informações de diversas naturezas  (expressões artísticas, textos filosóficos e sociológicos, documentos históricos e geográficos, gráficos, mapas, tabelas, tradições orais, entre outros).

(EM13CHS104) Analisar objetos e vestígios da cultura material e imaterial de modo a identificar 
conhecimentos, valores, crenças e práticas que caracterizam a identidade e a diversidade cultural de diferentes sociedades inseridas no tempo e no espaço.

(EM13CHS105) Identificar, contextualizar e criticar tipologias evolutivas (populações nômades e sedentárias, entre outras) e oposições dicotômicas (cidade/campo, cultura/natureza, civilizados/bárbaros, razão/emoção, material/virtual etc.), explicitando suas ambiguidades.

(EM13CHS106) Utilizar as linguagens cartográfica, gráfica e iconográfica, diferentes gêneros textuais e tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e difundir informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Fonte: 
VICENTINO, Cláudio; CAMPOS, Eduardo; SENE, Eustáquio de. Diálogos em ciências humanas: compreender o mundo. São Paulo: Ática, 2020.
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/historico/BNCC_EnsinoMedio_embaixa_site_110518.pdf
https://pnld.moderna.com.br/modernaexplica-em/entenda-as-competencias-da-bncc-para-ciencias-humanas-e-sociais-aplicadas/

19 de junho de 2021

A área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

 


No Ensino Médio, à Geografia e à História são somados conteúdos de Filosofia e Sociologia na construção da área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e suas respectivas competências e habilidades específicas. A BNCC definiu para a área as seguintes categorias centrais: Tempo e Espaço; Territórios e Fronteiras; Indivíduo, Natureza, Sociedade, Cultura e Ética; e Política e Trabalho.

A centralidade dessas categorias favorece a interdisciplinaridade e retira o foco do ensino dos conteúdos programáticos que perfazem cada campo do conhecimento. Entretanto, isso não anula as disciplinas; são elas, afinal, que aportam para o currículo escolar seus conceitos e procedimentos de pesquisa específicos por meio dos quais as áreas se articulam.

Filosofia

Trabalha-se a perspectiva  da reflexão sobre o pensar e o fazer, além de problematizar e identificar consistências e inconsistências em discursos e práticas; refletir permanentemente sobre conceitos, como ética, estética, política e cidadania, que ampararam as ações dos seres humanos, individualmente, e nos diferentes grupos sociais.  

Geografia

Trabalha-se a análise da sociedade e de sua relação com a natureza por meio da produção e organização do espaço, além de estabelecer relações espaço-temporais na constituição dos sistemas de objetos e de ações, tomados em conjunto com as escalas geográficas (local, nacional, regional e global), que formam o espaço geográfico, e estimular o raciocínio geográfico na análise das questões socioespaciais.

História

Trabalha-se a abordagem  das diversas temporalidades e a reflexão sobre permanências, rupturas e mudanças que caracterizam  os processos históricos que compreendem as articulações entre o singular e o geral, as ações dos indivíduos e da sociedade em suas pluralidades. Também trabalha-se a questão da apreensão do tempo no conjunto das vivências humanas.

Sociologia

Trabalha a relação dialética entre indivíduo e sociedade e os mecanismos para a manutenção ou mudança da ordem social, além de interpretar a realidade social contextualizada no tempo e no espaço por meio do trabalho, da cultura, das instituições e demais instâncias sociais.

Fonte: VICENTINO, Cláudio; CAMPOS, Eduardo; SENE, Eustáquio de. Diálogos em ciências humanas: compreender o mundo. São Paulo: Ática, 2020.

Relação entre o IDH e o colonialismo

 Observe os mapas a seguir. O primeiro dá o panorama do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países no presente. O segundo identifica o domínios coloniais em 1914.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução (ADAPTADO)

1.Faça uma pesquisa procurando informações sobre os tópicos a seguir e, com elas, escreva um parágrafo sobre o imperialismo.
  • Defina imperialismo.
  • Relacione imperialismo e neocolonialismo.
  • Identifique os principais impérios coloniais do século XIX.
  • Identifique os objetivos das práticas imperialistas.
  • Avalie as consequências do neocolonialismo para os povos e territórios dominados.
2. Explique o que é o IDH de um país.
3. Compare os dois mapas, identificando quais países ocuparam territórios coloniais e onde estes se localizavam, e quais os países com maiores e menores IDH. A seguir, indique que coincidências você pode perceber entre eles.

Fonte: VICENTINO, Cláudio; CAMPOS, Eduardo; SENE, Eustáquio de. Diálogos em ciências humanas: compreender o mundo. São Paulo: Ática, 2020.

Contradição do mundo atual - Tirinha

 Observe a tirinha abaixo e responda às perguntas.

Imagem: http://www.malvados.com.br/tirinha1712.jpg

1. O humor sarcástico da tirinha acima está relacionado a uma contradição do mundo atual que é exposta pelo autor. Identifique-a.

2. A ideia de progresso foi cara ao filósofo francês Auguste Comte (1798-1857) e no século XIX e começo do século XX influenciou fortemente os estudos sobre as sociedades. Para Comte, o progresso científico conduziria a humanidade ao domínio sobre o mundo natural e à organização racional da sociedade. O ápice da evolução humana seria representado pelas sociedades industriais, nas quais reinariam a racionalidade científica e o desenvolvimento tecnológico. Avalie se a tirinha acima reforça essa ideia de progresso ou a contraria. Explique sua conclusão.

3. Escolha um tópico polêmico nas páginas da grande imprensa nas redes sociais e leia os comentários deixados pelos internautas. Faça um print de pelo menos um comentário que, em seu entendimento, exemplificaria a crítica contida na tirinha. Justifique sua escolha.

Fonte: VICENTINO, Cláudio; CAMPOS, Eduardo; SENE, Eustáquio de. Diálogos em ciências humanas: compreender o mundo. São Paulo: Ática, 2020.

18 de junho de 2021

Competências e habilidades da BNCC

 A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento oficial que define o conjunto de aprendizagens que os estudantes precisam desenvolver ao longo da Educação Básica, desde o início da Educação Infantil até o final do Ensono Médio. A BNCC é norteadora para a formulação dos currículos escolares no Brasil.

Esse conjunto de aprendizagens essenciais definidos pela BNCC corresponde a conhecimentos, competências e habilidades.

Algumas competências devem ser desenvolvidas durante todas as etapas da Educação Básica; outras especificamente em cada uma das etapas. No ensino médio, essas competências e habilidades estão distribuídas por área de conhecimento.

De acordo com a BNCC , competências são conhecimentos (conceitos e procedimentos) mobilizados para resolver demandas da vida cotidiana, do exercício da cidadania e do mundo do trabalho. Já as habilidades são capacidades práticas, cognitivas e socioemocionais.

Fonte: VICENTINO, Cláudio; CAMPOS, Eduardo; SENE, Eustáquio de. Diálogos em ciências humanas: compreender o mundo. São Paulo: Ática, 2020.

14 de junho de 2021

Aula resumo - A guerra fria e o mundo bipolar

A aula de hoje é em vídeo, onde faço uso de uma apresentação de slide (que está disponível aqui no blog) para fazer uma retomada do período anterior à guerra fria e dos principais acontecimentos que marcaram o conflito ideológico entre Estados Unidos e União Soviética.

É importante destacar a análise das transformações do espaço geográfico europeu a partir de mapas anteriores e posteriores às duas grandes guerras mundiais acontecidas no século XX.

É uma aula informal, um resumão com uma linguagem simples e um forte sotaque gaúcho...
Espero que gostem!!!

13 de junho de 2021

A geografia na...charge

 A urbanização e a violência urbana

ANGELI. [Sem título]. Folha de São Paulo, 4 out. 2000. Primeiro caderno, A2.
- Qual é a mensagem social implícita na charge? 

- Qual relação você vê com o estudo sobre o direito à cidade?

- Aponte estratégias políticas e sociais que possam combater o quadro ironicamente tratado tratado na charge.

Fonte: SILVA, Edilson Adão Cândido da; JÚNIOR, Laercio Furquim. Geografia em rede. São Paulo: FTD, 2016.

12 de junho de 2021

História da cidade

O conceito urbanização expressa o processo histórico de intensificação da vida nas cidades. Utiliza-se o termo "urbano" para designar as atividades e relações que as caracterizam.

A cidade é uma criação humana, uma forma de organização espacial dos grupos sociais. Na Antiguidade (cerca de 4000 a.C a 476 a.C), quando as técnicas de produção de alimentos foram aprimoradas, a ponto de abastecer toda a comunidade sem a necessidade de que todos trabalhassem na agricultura, surgiram atividades que não eram diretamente ligadas a ela, como o artesanato, o comércio e as funções administrativas. Durante a Antiguidade, desenvolveram-se duas  das maiores e mais importantes cidades que influenciaram a cultura ocidental: Atenas, na Grécia, e Roma, capital do antigo Império Romano e atual capital da Itália.

Imagem: Ruínas da acrópole em Atenas, Grécia (reprodução).

25 de maio de 2021

População brasileira - educação

Análise dos dados estatísticos do IBGE sobre EDUCAÇÃO


Educação - taxa de analfabetismo

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) 2019, a taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais de idade no Brasil foi estimada em 6,6% , o que corresponde a 11 milhões de analfabetos. Vamos fazer uma comparação com a SuéciaA população daquele país europeus ( com uma das melhores qualidades de vida no mundo) era em 2019 de 10,23 milhões de pessoas. Isso significa que o Brasil tem em analfabetos o equivalente a toda a população da Suécia. É um número elevado. São pessoas sem direitos, sem defesa, sem acesso a uma qualidade de vida...Isso é muito sério!!!
Observe no mapa abaixo a taxa de analfabetismo por regiões e faça uma análise sobre os motivos que levam a região Nordeste a ter uma taxa de analfabetismo tão elevada.

Educação - nível de instrução 

23 de maio de 2021

Educação financeira

 

Imagem: Stux, por Pixabay

Os primeiros passos para uma boa educação financeira envolvem reconhecer as fontes das receitas (de onde vem o dinheiro) e as despesas do dia a dia.

O blog Minhas Economias, sobre  educação financeira:

A Educação Financeira não consiste somente em aprender a economizar, cortar gastos, poupar e acumular dinheiro.
É muito mais que isso. É buscar uma melhor qualidade de vida tanto hoje quanto no futuro, proporcionando a segurança material necessária para aproveitar os prazeres da vida e ao mesmo tempo obter uma garantia para eventuais imprevistos.

Administrar as finanças requer planejamento, pensamento crítico e determinação, além de uma visão clara do futuro, com o intuito de conseguir um saldo positivo no final do mês, ou seja, para que sobre dinheiro para ser poupado ou investido.

De acordo com a matéria do site Serasa, as 10 dicas para economizar dinheiro na sua rotina e garantir um trocadinho livre a mais no final do mês, são:

1. Anotar tudo que gasta no seu dia;

2. Adiar grandes compras;

3. Escolher um dia da semana para ser o dia de zero gastos;

4. Colocar todas as suas contas fixas para o dia seguinte do seu pagamento;

5. Chamar seu amigos para ir na sua casa como alternativa para aquele barzinho. Atenção!!! Essa dica não vale em época de pandemia!!!

6. Levar a comida de casa para o trabalho (marmita);

7. Dar preferência ao pagamento a vista para ter desconto;

8. Fazer uma lista de compras com tudo o que realmente necessita quando for ao supermercado;

9. Se você raramente vai a festas, e não tem roupa adequada, pode pedir emprestado para uma pessoa amiga, parente, ou mesmo alugar a roupa que necessita para o evento;

10. Buscar eventos gratuitos na sua cidade, como peças de teatro, sessões de cinema, programas ao ar livre, etc., como forma de ter lazer gratuito.

Fonte:
Livro: VAZ, Valéria. Ser protagonista: projetos integradores: ciências humanas e sociais aplicadas. São Paulo: Edições SM, 2020.
Web:
INTRODUÇÃO à educação financeira. Minhas Economias. Disponível em:

Conselho Monetário Nacional - CMN

Imagem: Reprodução

O Conselho Monetário Nacional foi criado pela lei n° 4.595, de 31 de dezembro de 1964, mesma lei que criou o Banco Central do Brasil, porém só começou a funcionar em março de 1965.

Conforme o site da XP, ao longo de sua existência, o CMN passou por várias mudanças em sua composição. Já participaram ministérios, representantes da iniciativa privada e bancos federais.

Conforme a Secretaria Especial de Fazenda, "O Conselho Monetário Nacional (CMN) é o órgão superior do Sistema Financeiro Nacional e tem a responsabilidade de formular a política da moeda e do crédito, objetivando a estabilidade da moeda e o desenvolvimento econômico e social do País".

É composto por:

* Ministro da economia (presidente do conselho);

* Presidente do Banco Central;

* Secretário Especial de Fazenda.

A formação do CMN nem sempre assim. Em grande parte de sua história, ele foi formado pelo presidente do Banco Central, ministro da Fazenda e o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O CMN estabelece as diretrizes gerais das políticas monetárias, cambial e de crédito e regula as condições de funcionamento e fiscalização das instituições financeiras.

De acordo com o blog Capital Now, o CMN é essencial para ajudar a equilibrar a economia e evitar as altas variações da inflação. É ele que garante o crédito para o consumidor, regulamenta os juros e a moeda no país.

Exemplo de atuação do CMN

Conforme o site XP:

Em 2018, o CMN estabeleceu a regra de que boletos acima de R$10 mil não pudessem mais ser pagos em dinheiro. Essa medida foi criada para tentar controlar e diminuir a lavagem de dinheiro.
Desde que a regra entrou em vigor, nenhum banco pode aceitar pagamento de boletos em dinheiro que sejam maiores do que esse valor. E não pode se recusar a aceitar pagamentos de boletos em dinheiro de valor menor que R$10 mil. Antes, cada banco tinha uma regra e causava confusão e dúvida aos clientes.

Fonte:
https://www.gov.br/fazenda/pt-br/assuntos/cmn
https://conteudos.xpi.com.br/aprenda-a-investir/relatorios/cmn/
https://www.capitalresearch.com.br/blog/investimentos/cmn/

22 de maio de 2021

Qual o caminho percorrido pelo dinheiro?

Imagem: Reprodução

O aluno Rui, do terceiro ano, fez um questionamento em aula sobre finanças, o que motivou fazer esse post. Existe algum limite para a emissão de dinheiro? 

A matéria O Caminho do dinheiro, do site do Banco Central do Brasil, diz:
Novas notas e moedas são colocadas em circulação de acordo com o crescimento do meio circulante (do dinheiro vivo) no país, acompanhando a evolução da economia, dos preços, as mudanças no comportamento da população e o aumento do volume de saques. ​

Banco Central do Brasil tem, entre as suas responsabilidades, o gerenciamento do meio circulante, ou seja, garantir para a população o fornecimento adequado de dinheiro em espécie.

O Conselho Monetário Nacional é quem autoriza a emissão de dinheiro no Brasil, de modo que a quantidade de dinheiro em circulação seja adequada às necessidades do país. Essa quantidade deve ser suficiente para atender às necessidades dos consumidores e das empresas.

A partir da deliberação do Conselho Monetário Nacional, o Banco Central encomenda a quantidade necessária de dinheiro ao fabricante, ou seja, na Casa da Moeda, empresa pública localizada no Rio de Janeiro.

Após a fabricação as notas e moedas seguem para o Banco Central de onde são encaminhadas ao Banco do Brasil, que é contratado para distribuir o dinheiro entre os demais bancos. Por esse trabalho, fiscalizado pelo Banco Central, o distribuidor é chamado de custodiante.

O Banco do Brasil ajuda o Banco Central recolhendo as notas e moedas em mau estado ou com suspeita de falsificação.

As notas e moedas recolhidos pela rede bancária são analisados pelo Banco Central e destruídos os que não tiverem condições de circular.

Um dado importante é que a impressão de dinheiro não é a solução para os problemas econômicos de um país, senão bastaria imprimir bilhões em cédulas e moedas ao menor sinal de crise.

A principal consequência da emissão de dinheiro sem controle é a hiperinflação, que surge como reflexo do excesso de dinheiro na economia e que afeta diretamente o nosso bolso.

Segundo a matéria Como a impressão de dinheiro afeta sua vida e os rumos da economia, do blog do Neon

(...) não adianta nada imprimir mais dinheiro se a riqueza produzida no País não estiver crescendo para justificar as emissões.
Se o Banco Central emite moeda de uma hora para outra, o resultado por ser uma inflação descontrolada, porque as pessoas têm mais dinheiro em mãos, mas os bens e serviços disponíveis continuam os mesmos.
Fonte:
https://www.bcb.gov.br/cedulasemoedas/caminhododinheiro
https://www.banco24horas.com.br/blog/como-e-produzido-o-dinheiro
https://focanodinheiro.neon.com.br/controle-financeiro/impressao-de-dinheiro

20 de maio de 2021

População brasileira - pirâmide etária


Pirâmide etária

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a pirâmide etária pode nos fornecer informações importantes, como dados sobre a natalidade, idade média da população, longevidade, entre outros.

Envelhecimento da população brasileira

Fazendo uma comparação com o ano de 2012, o IBGE constatou que o envelhecimento da população aumentou em 2019. Essas mudanças foram percebidas pela diminuição, em 2019, nos grupos etários mais jovens, que são a base da pirâmide, e o aumento nos grupos etários que ficam no topo da pirâmide.

Houve queda na proporção de pessoas abaixo de 30 anos de idade. Já a população acima de 30 anos de idade registrou um crescimento em 2019, atingindo 57,7% (estimativa maior que a de 2012, de 52,4%).

Observou-se, também, que a população masculina apresentou padrão mais jovem que a feminina: na faixa etária até 24 anos, os homens totalizavam, em 2019, 17,8%, enquanto as mulheres, 17,2%. Já a proporção de mulheres era superior a dos homens em todos os grupos de idade a partir dos 25 anos: 34,6% e 30,4%, respectivamente.

19 de maio de 2021

O que é Pacto Federativo?



O que é Pacto Federativo?

Essa pergunta foi formulada no terceiro ano pelo aluno Rafael

De acordo com o site Politizeo sistema político do Brasil está organizado como uma federação, ou seja, que o poder não está centralizado no governo federal, e que estados e municípios tem autonomia relativa nos assuntos locais.
Nesse sentido, cada um dos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – possui campos de atuação próprios. Além disso – ao contrário do que muitos pensam – o governador, por exemplo, não é subordinado ao Presidente da República, e nem manda nos prefeitos.
O Pacto Federativo é um conjunto de regras constitucionais que determina as obrigações financeiras, as leis, a arrecadação de recursos e os campos de atuação da União, dos estados e dos municípios. Foi estabelecido pela Constituição de 1988 e está definido pelo aet. 1° e art. 18.
“Art. 1º, CF: A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos […]”
“Art. 18, CF: A organização político-administrativa da República Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, todos autônomos, nos termos desta Constituição”
Fonte:

18 de maio de 2021

Trabalho e rendimento no Brasil

Imagem: Reprodução

De acordo com o IBGE, em 2019, dos 209,5 milhões de pessoas residentes no Brasil, 131,2 milhões (62,6%) possuíam algum tipo de rendimento, 44,1 % por trabalho; 25,1% por outras fontes.  Outras fontes são os rendimentos não provenientes do trabalho como aposentadoria ou pensão, seguro-desemprego, rendimentos de poupança, programas de transferência de renda do governo, pensão alimentícia, etc.

Segundo a pesquisa, metade dos brasileiros que tiveram os menores rendimentos recebeu, em média, R$850. Já as pessoas que fazem parte do 1% da população que obteve os maiores rendimentos receberam, em média, R$28 659; ou seja, quase 34 vezes o valor dessa parte da população que teve os menores rendimentos (R$850).

As Grandes Regiões do país apresentaram  diferenças quanto aos rendimentos locais. Da metade da população com menor rendimento, a Região Sul foi a que obteve o maior valor médio mensal real em 2019, R$1102. Enquanto as Regiões Norte e Nordeste registraram os menores valores: R$633 e R$569, respectivamente.




Conforme o IBGE, as diferenças de rendimento também são expressivas quando comparadas por sexo, cor ou raça e nível de instrução.

Da população ocupada em 2019, os homens tiveram um rendimento médio mensal real de R$2555, enquanto as mulheres receberam em média R$1985. As mulheres receberam 77,7% em proporção ao que os homens receberam.

O indicador cor ou raça aponta que, de todas as pessoas ocupadas, o rendimento médio mensal real de todos os trabalhos das pessoas brancas era maior que o rendimento das pessoas pardas e pretas: R$2999 contra R$1719 e R$1673, respectivamente. Isto demonstra que o rendimento médio das pessoas brancas está 29,9% superior ao rendimento médio nacional (R$2308). Por outro lado, as pessoas pardas e pretas tiveram rendimentos 25, 5% e 27,5%, respectivamente, inferiores a essa média.

Quanto ao nível de instrução, as pessoas com ensino superior completo tinham rendimento médio mensal de R$ 5.108. O que significa, segundo os dados do IBGE, um rendimento de quase seis vezes mais do que o de trabalhadores sem instrução (R$ 918).

Fonte:

https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/18314-trabalho-e-rendimento.html



17 de maio de 2021

Indicadores de emprego, trabalho e renda (IBGE, Pnad e Ipea)

Imagem: Reprodução

IBGE


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é o principal provedor de dados e informações do Brasil, que atendem às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, assim como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

O IBGE é uma entidade da administração pública federal, vinculada ao Ministério da Economia. Foi criado em 1934 e instalado em 1936 com o nome de Instituto Nacional de Estatística. O nome atual data de 1938. A sede está localizada na cidade do Rio de Janeiro.

O órgão tem atribuições ligadas às geociências e estatísticas sociais, demográficas e econômicas, o que inclui realizar censos e organizar as informações obtidas nesses censos, para suprir órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal, e para outras instituições e o público em geral.

Pnad


Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD Contínua

Visa acompanhar as flutuações trimestrais e a evolução, no curto, médio e longo prazos, da força de trabalho, e outras informações necessárias para o estudo do desenvolvimento socioeconômico do País. A pesquisa foi planejada para produzir indicadores trimestrais sobre a força de trabalho e indicadores anuais sobre temas suplementares permanentes (como trabalho e outras formas de trabalho, cuidados de pessoas e afazeres domésticos, tecnologia da informação e da comunicação etc.), investigados em um trimestre específico ou aplicados em uma parte da amostra a cada trimestre e acumulados para gerar resultados anuais, sendo produzidos, também, com periodicidade variável, indicadores sobre outros temas suplementares. Tem como unidade de investigação o domicílio.

Ipea


O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) é uma fundação pública federal vinculada ao Ministério da Economia. Suas atividades de pesquisa fornecem suporte técnico e institucional às ações governamentais para a formulação e reformulação de políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiros. Os trabalhos do Ipea são disponibilizados para a sociedade por meio de inúmeras e regulares publicações eletrônicas, impressas, e eventos.

Fonte:
https://www.ibge.gov.br/
https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9171-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-mensal.html?=&t=o-que-e
https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=1226&Itemid=68

Projeção da população brasileira - IBGE

 O  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é órgão federal que centraliza a coleta, análise e difusão dos dados estatísticos do Brasil. Munidos  dos resultados e dos estudos realizados pelo IBGE, gestores públicos podem tomar decisões para melhorar as condições de vida da população.

O IBGE identifica e analisa o território, conta a população, mostra como a economia evolui através do trabalho e da produção das pessoas, revelando como elas vivem.

O censo demográfico é a pesquisa mais abrangente e completa feita em um país. A última pesquisa feita no Brasil foi em 2010 e a próxima deveria ter sido feita em 2020, já que é realizada a cada dez anos. No entanto, em função da pandemia e por cortes de verbas, ainda não foi realizada.

O IBGE faz a projeção da população do Brasil e das unidades da federação, basta você clicar no link abaixo.                   

https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/index.html

A imagem abaixo mostra a projeção da população do Rio Grande do Sul, onde aparecem vários gráficos com dados estatísticos importantes, como expectativa de vida ao nascer, taxas de natalidade e de mortalidade, entre outros. Também aparece a hora e o dia em que você fez a busca.

A imagem que você vai ver é igual a essa que está abaixo. Como a todo momento os dados estão sendo atualizados quando você fizer a pesquisa, esses já não serão exatamente os mesmos, mas bem próximos.


Fonte: https://www.ibge.gov.br/

15 de maio de 2021

Retornamos às aulas presenciais


Depois de um longo período, retornamos às aulas presencias...Paramos em torno do dia 20 de março de 2020 e retornamos agora dia 10 de maio de 2021, no meu caso, com o ensino médio.

A minha percepção, terminada a primeira semana, é confusa em relação ao exercício profissional. Temos que gravar aula para os alunos que optaram por ficar em casa, mas o sinal da internet na escola é fraco em algumas salas de aula. Consegui dar aula pelo meet simultaneamente para os alunos presenciais e para os de casa, e foi uma experiência interessante. No entanto, não aparecia a opção de gravar pelo fato do sinal da internet estar fraco. Também tivemos a opção de gravar off-line, mas o arquivo fica muito pesado. Quando tive que usar essa opção, depois que cheguei em casa, fui assistir a gravação, ver se estava tudo ok e depois disso mandar para os alunos. Teve um caso em que tive que editar o vídeo  porque o aluno apareceu na filmagem e, segundo orientações, isso não pode acontecer por causa do direito de imagem.

Tirando esses problemas que aconteceram nessa primeira semana, foi muito bom ver colegas e alunos. É incrível como a gurizada parece que traz vida para uma escola, e nesse sentido foi prazeroso voltar. Embora profissionais da educação estejam sendo vacinados, temos que continuar nos cuidando...

Eu tenho muita vontade de saber o que colegas de outras escolas, de outros estados pensam a respeito do assunto. Se você, colega, quiser COMPARTILHAR a sua percepção sobre a volta às aulas, fique à vontade!

Um abraço!!!


24 de abril de 2021

A desigualdade social no Brasil

A imagem mostra a diferença entre a favela
 de Paraisópolis e o bairro do Morumbi (São Paulo) em 2004
Foto: Johnny Miller/Reprodução

"As desigualdades sociais são definidas a partir das condições sociais e econômicas de determinados grupos. Isto é, há grupos que possuem mais riquezas do que outros e maior acesso a determinados serviços gerando uma sociedade desigual, na qual poucos possuem muitas riquezas e bens materiais e muitos possuem pouca ou nenhuma riqueza material".

O que é desigualdade social?

A desigualdade social, conforme o site Politize "(...) é um processo existente dentro das relações da sociedade, presente em todos os países do mundo. Faz parte das relações sociais, pois determina um lugar aos desiguais, seja por questões econômicas, de gênero, de cor, de crença, de círculo ou grupo social."

 A desigualdade prejudica o acesso das pessoas a direitos básicos, como: educação e saúde de qualidade, direito à propriedade, direito ao trabalho, direito à moradia, boas condições de transporte e locomoção, entre outros.

Desigualdades entre os países no mundo globalizado

Imagem: https://pt.wikipedia.org/wiki/Coeficiente_de_Gini

No post "As categorias de países do mundo",  foram enumerados diversos termos usados para se referir aos países pobres. O assunto de hoje é uma sequência, pois aborda as desigualdades existentes entre os países no mundo globalizado. Por que elas existem?  Que fatores possibilitaram tal ocorrência?

Na análise do site Politizea primeira causa das desigualdades econômicas dos países  da América Latina e da África é a herança colonial, "especialmente aqueles que foram colonizados por países como Portugal, Espanha, Inglaterra e França". Vamos às aulas de História relembrar o colonialismo e o neocolonialismo (imperialismo),  que pode nos explicar essa realidade que vivemos. A dominação portuguesa no Brasil é um bom exemplo de colonialismo, assim como a colonização da África, destruição da cultura dos povos andinos e a influência da cultura americana nos países pobres do mundo.

Neocolonialismo

Imagem: Reprodução

Você já observou que frequentemente aparecem nos jornais notícias de guerras civis, catástrofes sociais, organizações lutando por causas humanitárias na África?  Os filmes também abordam a temática, como: Diamante de Sangue, Hotel Ruanda, O último rei da Escócia, etc.

Você também já deve ter ouvido falar sobre a situação de pobreza e de conflitos étnicos nos países asiáticos, como a questão da região da Caxemira, na fronteira entre o Paquistão e a Índia, que estourou durante o processo de descolonização da Índia, antiga colônia inglesa.

20 de abril de 2021

Dia da Terra 2021


"Educar para outro mundo possível é educar para viver em rede, para uma relação sustentável com todos os seres da Terra, sejam eles humanos ou não. É educar para viver com harmonia no planeta, ampliando nossa compreensão da Terra e do Universo(...)."

O Dia da Terra foi estabelecido no dia 22 de abril de 1970, pelo senador norte-americano Gaylord Nelson.  O objetivo era incentivar as pessoas a proteger o meio ambiente. Desde então, a data se tornou um dia global de ação para recuperar nossa Terra.

18 de abril de 2021

As categoria de países do mundo

 

Imagem: Wikipédia

Para analisarmos a geopolítica da atualidade, é muito importante entendermos o que está por trás de  algumas das expressões utilizadas para designar as diversas categorias de países do mundo.

De acordo com o site CADTM (Comitê para abolição das dívidas ilegítimas),os termos usados para designar as  categorias de países refletem divergências teóricas e políticas em matéria de análise e estratégia.  Assim, o conceito amplamente utilizado de subdesenvolvimento designa atraso, muitas vezes atribuído a causas naturais. Vamos analisar alguns desses termos:

31 de março de 2021

Meio ambiente

Segundo o artigo 3º da Lei da Política Nacional do Meio Ambiente, podemos definir meio ambiente como o “ conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas”.

Meio ambiente pode ser definido como um conjunto de fatores físicos, químicos e biológicos que permite a vida em suas mais diversas formas. Todas as pessoas têm o direito a um meio ambiente equilibrado, assim, a sua preservação é essencial.

No dia 5 de junho foi estabelecido como o Dia Mundial do Meio Ambiente


Fonte: https://www.biologianet.com/ecologia/meio-ambiente.htm

O antes e depois no espaço geográfico

 Pelas imagens abaixo podemos observar o passar do tempo e a transformação do espaço geográfico no antes e depois. Fotos antigas, simulação pelo computador, tudo vale para a nossa análise do passar do tempo e da interferência humana sobre o meio ambiente. Percebemos que o meio natural se torna cada vez mais artificial.

Chamou especialmente a minha atenção a cidade de Tóquio, pela intensa urbanização em um tempo relativamente curto.

Rio de Janeiro (Brasil)

Imagem: Reprodução
São Paulo (Brasil)
Imagem: reprodução

Nova York (Estados Unidos)

Imagem: Reprodução
Tóquio (Japão)
Imagem: Reprodução
Londres (Reino Unido)
Imagem: Reprodução

Você notou o quanto foi radical a mudança na paisagem das cidades acima? Isso aconteceu porque o espaço geográfico foi sendo modificado rapidamente em função das técnicas e das tecnologias que foram sendo criadas e aprimoradas. 

Outra coisa que você pode observar é o intenso nível de urbanização dessas cidades. É possível notar os elementos naturais vão desaparecendo e sendo substituídos pelas construções (prédios) e outros elementos construídos pelos seres humanos (elementos culturais). O resultado é um ambiente artificial, como dito no início do texto.

Para finalizar, se você gostou dessa postagem e tiver sugestões de outras cidades para colocar aqui, deixe nos comentários.

28 de março de 2021

Friedrich Engels

Friedrich Engels foi um filósofo alemão que junto, com Karl Marx, fundou o  socialismo científico ou marxismo.

Foi coautor de diversas obras com Marx, sendo que a mais conhecida é o Manifesto Comunista. Também ajudou a publicar, após a morte de Marx, os dois últimos volumes de O Capital. Engels também organizou as notas de Marx em Teorias sobre a Mais-Valia, que depois foram publicadas como o "quarto volume" de O Capital.

Grande companheiro de Karl Marx, escreveu livros de profunda análise social. 

Principais obras:
- A sagrada Família (1844)
- A situação da Classe Trabalhadora na Inglaterra (1845)
- Revolução de Herr Eugen Dühring na Ciência (1878)
- Socialismo: utópico e científico (1880)
- Dialética da natureza (1883)
- A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado (1884)

Fonte:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Friedrich_Engels

27 de março de 2021

Europa


Imagem: Reprodução

O continente europeu é composto por 50 países e 8 territórios. É limitado pelo Oceano Glacial Ártico ao Norte, ao Sul pelo Mar Negro e Mediterrâneo, pelo Oceano Atlântico ao Oeste e pelos Montes Urais ao Leste, no limite com a Ásia.

A área da Europa é de 10.180.000 km² de extensão. São quatro macrorregiões que constituem o território da Europa, sendo elas: Europa Meridional, Europa Ocidental, Europa Oriental e Europa Setentrional. É o segundo menor continente do globo, ficando apenas atrás da Oceania.

Fonte:
https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/os-continentes.htm
https://www.estudopratico.com.br/continentes-quais-sao-e-paises/

Continente

 

A definição de continente não é precisa., mas pode ser compreendida como uma área da superfície terrestre de grande extensão territorial ou uma divisão da superfície terrestre.

Os continentes são porções de terras emersas cercadas de água por todos os lados e com enorme extensão territorial. 

Por convenção geográfica, costuma-se dizer que um continente é todo conjunto de terras cuja área é maior que a da Austrália, o menor dos países com dimensões continentais.

A seguir a lista dos continentes em sua definição mais abrangente:
* físicos: América, Eurafrásia, Austrália e Antártida.
* políticos: América, Europa, Ásia, África, Oceania e Antártida.

Observe no mapa acima os continentes, que podem ter número variável dependendo da visão do geógrafo. 

Fonte:

https://brasilescola.uol.com.br/geografia/continentes.htm
https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/os-continentes.htm
https://www.estudopratico.com.br/continentes-quais-sao-e-paises/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Continente

9 de março de 2021

Conceitos geográficos muito importantes

No post de hoje vamos rever os principais conceitos da ciência geográfica, já estudados no ano passado, com o objetivo de analisar a interação entre a sociedade e a natureza. São eles: o espaço geográfico, lugar, paisagem, região e território, já estudados no ano passado.

Como estamos em um período de avaliação diagnóstica, achei muito importante rever esses conceitos com os meus alunos, agora no início do ano letivo 2021 aqui no RS.

Cliquem nos links abaixo para ser direcionado para as páginas dos conceitos. Qualquer dúvida entrem em contato. Um abraço!

 - Espaço Geográfico https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2020/11/espaco-geografico.html

- Lugar https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2020/11/lugar.html

- Paisagem https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2020/11/paisagem.html

- Região https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2020/11/regiao.html

- Território https://regininha-atividadesescolares.blogspot.com/2020/11/territorio.html

ATIVIDADES

1. Analise as imagens abaixo

Faça uma comparação entre o antes e o depois de uma rua da cidade (Cruz Alta/RS). Que modificações você observa na paisagem? Qual foi o elemento natural que desapareceu pela ação humana? Quais são os elementos culturais que fazem parte da paisagem agora?


2. (Uece) Atente para o seguinte texto:

Serra da Boa Esperança, esperança que encerra
No coração do Brasil um punhado de terra
No coração de quem vai, no coração de quem vem
Serra da Boa Esperança meu último bem
Parto levando saudades, saudades deixando
Murchas caídas na serra lá perto de Deus
Oh minha serra eis a hora do adeus vou-me embora
Deixo a luz do olhar no teu olhar Adeus
(BABO, Lamartine)

O conceito de lugar foi utilizado durante muito tempo na geografia para expressar o sentido de localização de um determinado sítio. Atualmente, este conceito vai além da simples localização de fenômenos geográficos, expressando uma contextualização simbólica que compreende um conjunto de significados. Portanto, com base no texto acima e na perspectiva atual de lugar, pode-se afirmar corretamente que
a) para o autor do texto, a serra representa uma dimensão da paisagem na qual o sentimento de posse está relacionado a sua perspectiva econômica.
b) a simbologia representada pela serra é motivada por laços emocionais que foram construídos na dimensão do espaço vivido.
c) a relação sujeito-lugar é percebida na perspectiva de uma relação simplesmente natural envolvendo apenas os elementos da natureza.
d) a serra constitui-se enquanto aspecto morfológico como um espaço vazio de conteúdo, sem história, refletindo apenas uma porção da natureza desprovida de afetividade.

3. (Uea) O debate sobre a organização do espaço feito pela Geografia é auxiliado por uma categoria que está ligada à ideia de domínio ou gestão de determinada área. Estas características correspondem à categoria
a) região.
b) paisagem.
c) espaço.
d) lugar.
e) território.

4. (Uem) Espaço, lugar, território e paisagem constituem conceitos dos estudos geográficos. Sobre o significado desses termos para a Geografia, assinale o que for correto.
01) O território constitui para a Geografia apenas o domínio político de um Estado dentro de um determinado espaço geográfico. Território e espaço, portanto, têm exatamente o mesmo significado.
02) O espaço geográfico, ou simplesmente espaço, é analisado levando em conta os lugares, as regiões, os territórios e as paisagens.
04) Tudo aquilo que vemos e que nossa visão alcança é a paisagem. A dimensão da paisagem é a dimensão da percepção, o que chega aos nossos sentidos.
08) A paisagem é o conjunto das formas construídas pelo homem moderno em função de recursos tecnológicos. O espaço é composto por essas formas e pela vida que as anima. Portanto paisagem e espaço são sinônimos, têm o mesmo significado.
16) O lugar é um espaço produzido ao longo de um determinado tempo. Apresenta singularidades, é carregado de simbolismo e agrega ideias e sentidos produzidos por aqueles que o habitam.

5. (Unimontes) “A soma do trabalho das gerações passadas dota esta categoria geográfica de uma historicidade cujo resultado é um produto histórico-social: histórico porque foi constituído no decorrer do tempo histórico ou pelas gerações que aí viveram ou se sucederam, e social porque é o resultado do trabalho conjunto das pessoas que formam uma sociedade ou porque ele foi e é construído socialmente”.
Fonte: ADAS, M. Geografia: Construção do espaço geográfico brasileiro. São Paulo: Moderna, 2002.
Qual categoria geográfica o texto enfatiza?
a) Espaço geográfico.
b) Região.
c) Paisagem.
d) Lugar.
"A atitude do educador diante do mundo deve ser sempre investigativa, questionadora e reflexiva, pois os conhecimentos com os quais ele lida em seu exercício profissional estão em permanente mutação."
Lana de Souza Cavalcanti - Geógrafa