20 de setembro de 2019

Questões sobre comércio mundial e blocos econômicos

1. A Organização Mundial do Comércio (OMC) foi instituída com base nos princípios do Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio (GATT, do inglês, General Agreement ou Tariffs and Trade). É função da OMC
a) assegurar o bom funcionamento do sistema financeiro internacional.
b) financiar projetos de exportação para promover o comércio entre os países.
c) administrar e aplicar os acordos comerciais multilaterais.
d) desenvolver modelos e cláusulas de contratos de comércio internacional.
e) controlar desequilíbrios no sistema cambial dos países-membros.


2. O processo complicado chamado de Brexit teve início em junho de 2016, cujos desdobramentos continuaram em 2017 e 2018, prossegue em 2019 com muitas polêmicas entre as partes atingidas. Sobre o Brexit é correto afirmar que
a) em um referendo, mais da metade dos britânicos decidiu pela saída do Reino Unido da União Europeia; após a decisão tiveram início as difíceis negociações para a saída do bloco, antevendo-se problemas políticos e econômicos para ambos os lados.
b) o movimento de saída do Reino Unido da União Europeia está relacionado ao fato de o país ter sido impedido de utilizar o euro como moeda oficial; a negativa tem sido apontada como fator dificultador para ampliar as exportações britânicas.
c) a saída do Reino Unido da União Europeia tem sido apontada como o estopim para a continuidade do bloco econômico, pois vários países, como a Alemanha e a França, têm referendos programados para decidir o caminho a seguir no próximo ano.
d) a recente decisão de sair do bloco econômico provocou muitos conflitos internos no Reino Unido, abalando, inclusive, a liderança da Família Real, que teve grande participação quando da entrada do Reino Unido na União Europeia.
e) o principal motivo da saída do Reino Unido do bloco econômico europeu está relacionado à forte pressão dos britânicos no sentido de barrar a chegada de imigrantes africanos e asiáticos, considerados pouco preparados para o mercado de trabalho britânico.

3. (UFAL) Em 1 de Janeiro de 1994, o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA) entrou em vigor. O NAFTA criou uma das maiores zonas de comércio livre do mundo, que agora liga 450 milhões de pessoas que produzem 17 trilhões de dólares em bens e serviços. O comércio entre os países do NAFTA vem crescendo desde que o acordo entrou em vigor.
Disponível em: http://www.ustr.gov. Acesso em: 08/12/2013
O NAFTA se tornou um dos mais importantes blocos econômicos do mundo, apesar de fazer parte dele apenas
a) EUA, Canadá, Venezuela e Brasil.
b) EUA, Canadá e Inglaterra.
c) EUA, Canadá, Brasil e Argentina.
d) EUA, Canadá e México.
e) EUA, Canadá, México e Brasil.

4. (UFPA) A multiplicação dos acordos bilaterais, tratados de livre comércio e de blocos econômicos regionais constitui um dos fenômenos mais marcantes do cenário mundial pós-Guerra Fria. Neste contexto, ocorre destaque para a União Europeia, considerado o bloco econômico com maior nível de integração e que enfrenta nos últimos anos uma grave crise econômica. Sobre a crise europeia e o bloco União Europeia é correto afirmar que:
a) o crescimento econômico deste bloco está em descompasso com o resto do mundo, uma vez que, enquanto seus países-membros têm lento crescimento econômico, os países que compõem outros blocos apresentam rápido crescimento, principalmente os que compõem o NAFTA.
b) a crise na Europa foi causada pela dificuldade de alguns países europeus em pagar as suas dívidas. Alguns países da região, a exemplo da Grécia e Portugal, não vêm conseguindo gerar crescimento econômico suficiente para honrar os compromissos firmados junto aos seus credores ao longo dos últimos anos. Tal fato é grave e poderá ultrapassar as fronteiras da chamada "Zona do Euro".
c) alguns países, a exemplo da Alemanha e França, que possuem maior desenvolvimento tecnológico, estão isentos desta recente crise econômica. O término da Guerra Fria e a reunificação alemã influenciaram na reformulação do equilíbrio geopolítico europeu.
d) a crise atinge todos os países integrantes do bloco com a mesma proporção, sendo o desemprego estrutural e conjuntural um dos mais sérios problemas dos países integrantes deste bloco econômico.
e) a economia mundial tem experimentado um crescimento lento desde a crise financeira dos Estados Unidos entre 2008 e 2009. A crise americana atravessou fronteiras e influenciou no resto do mundo, inclusive na Europa e no contexto da União Europeia, atingindo na mesma proporção todos os países integrantes deste bloco.

5. (UCS) Em 26 de março de 1991, ocorreu um processo de integração entre alguns países da América do Sul, o que possibilitou a criação do Mercosul, formado por quatro países (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai), que assinaram o Tratado de Assunção, iniciando o processo de formação do Mercado Comum do Sul. Em junho de 2012, o Presidente Fernando Lugo foi deposto por meio de impeachment, devido a crises que ocorreram em seu país. A deposição do presidente abriu oportunidade para a inclusão, no Mercosul, do país governado por Hugo Chaves.

Observe o mapa abaixo.
(SIMIELLI, M. E. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2004. p. 37.) 
Assinale a alternativa que contenha as letras correspondentes aos países governados, respectivamente, por Fernando Lugo e Hugo Chaves.
a) AC
b) CD
c) AE
d) BD
e) EF

6. (IFTM) Observe o mapa abaixo:
http://proffranciscogeo.blogspot.com.br/2010/05/mapa-dos-blocos-economicos.html
Em todas as modalidades de blocos econômicos o objetivo é a eliminação das tarifas ou impostos de importações entre os países-membros. Por isso, os países que integram esses blocos (zona de livre comércio, mercado comum ou união econômica e monetária) têm como princípio comum ampliar as relações comerciais entre seus parceiros.
Com relação aos blocos econômicos, julgue as afirmativas abaixo.
I – Na zona de livre comércio os acordos comerciais visam à redução ou eliminação de tarifas aduaneiras entre os países-membros.
II – Na união aduaneira, além de reduzir ou eliminar as tarifas aduaneiras entre os membros do bloco, os países parceiros estabelecem as mesmas tarifas de exportação e importação para o comércio internacional fora do bloco.
III – A União Europeia é um exemplo de mercado comum que, além de eliminar as tarifas aduaneiras internas, permite também a livre circulação de pessoas, investimentos e todos os tipos de serviços entre os países-membros.
IV – Estados Unidos da América, Canadá e México formam o NAFTA; já a ALCA engloba todos os países da América.
Estão corretas as alternativas:
a) Todas alternativas estão corretas.
b) I e II.
c) I, II e III.
d) I, III e IV.
e) II, III e IV.

7. (UFRN) No contexto da globalização, uma tendência crescente é a formação de blocos econômicos regionais. Esses blocos apresentam diferentes níveis de integração. Um desses níveis é a zona de livre- comércio que se caracteriza pela
a) criação de uma moeda única a ser adotada pelos países membros.
b) livre circulação de mercadorias provenientes dos países membros.
c) unificação de políticas de relações internacionais entre os países membros.
d) livre circulação de pessoas, serviços e capitais entre os países membros.

8. Quanto ao ingresso da Venezuela no MERCOSUL é correto assinalar:
a) foi aprovado de comum acordo pelos quatro membros plenos do bloco: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai;
b) foi aprovada por Argentina, Brasil e Uruguai, sem o voto do Paraguai, suspenso do bloco em consequência do golpe de Estado naquele país;
c) foi aprovada apesar da discordância do Paraguai, pois o ingresso de novo país membro no MERCOSUL podia ocorrer por maioria simples;
d) foi aprovada apesar da discordância do Uruguai, beneficiada pela suspensão do Paraguai, em consequência do golpe branco que derrubou seu presidente;
e) contou com o apoio geral da imprensa brasileira, bem como da situação e da oposição política no Brasil, convencidos de que o governo venezuelano satisfaz a cláusula democrática, requisito necessário para o ingresso.

9. UNIMONTES) Após a Segunda Guerra Mundial, além de se formarem os grandes blocos, diversos países se reuniram em organizações geopolíticas e econômicas, constituindo blocos econômicos regionais de diversos tipos.
Fonte: TERRA, L. e COELHO, M. de A. Geografia Geral e Geografia do Brasil: O espaço natural e socioeconômico. São Paulo: Moderna, 2005.
Considerando a integração econômica que ocorre no interior dos blocos regionais, relacione as colunas.
1 - Mercado comum
2 - Zona de livre comércio
3 - União aduaneira
( ) Circulação de bens com taxas alfandegárias reduzidas ou eliminadas.
( ) Padronização de tarifas para diversos itens relacionadas ao comércio com países que não pertencem ao bloco.
( ) Livre circulação comercial e financeira de pessoas, bens e serviços.
Assinale a sequência correta.
a) 1, 2, 3.
b) 3, 2, 1.
c) 2, 3, 1.
d) 2,1, 3.

10. (U. E. SANTA CRUZ)
A análise do mapa e os conhecimentos sobre a OMC, organização internacional que dispõe, atualmente, de mais de 150 países-membros, envolvidos com as questões de comércio internacional, permitem afirmar:
a) O principal objetivo da organização é normatizar e ampliar o comércio internacional.
b) A organização tem sua sede localizada na Itália, em Roma, e foi criada para substituir o Pacto de Varsóvia, após a Segunda Guerra Mundial.
c) A OMC agrega todos os países da África, da Europa e da América, com exceção do Caribe.
d) A atuação da Instituição é pautada em acordos bilaterais entre os blocos regionais, o que favorece o protecionismo e aumenta as restrições.
e) A OMC realiza conferências mundiais a cada cinco anos e conseguiu eliminar o protecionismo no comércio internacional.

11. (UFRR) A abertura comercial e a livre circulação de capitais e serviços em escala mundial, um fenômeno da globalização, gerou disputas acirradas entre empresas e países no âmbito do mercado global, o que favoreceu a formação de blocos econômicos regionais—alianças econômicas em que os parceiros estabelecem relações econômicas privilegiadas. O bloco econômico que, sem adotar uma moeda única, busca a livre circulação de pessoas, mercadorias, capitais e serviços dos seus países-membros e, ao mesmo tempo, elimina as tarifas aduaneiras internas e adota tarifas comuns para o mercado fora do bloco, pode ser classificado como:
a) Associação de livre-comércio;
b) União aduaneira;
c) União econômica e monetária;
d) Zona de preferência tarifária;
e) Mercado comum.

12. (UFAM) No planisfério está destacado em negrito um bloco econômico que não foi motivado pela proximidade geográfica, pois vários países de continentes diferentes participam dele. Foi oficializado em 1993 e pretende estabelecer a livre troca de mercadorias entre os países-membros até 2020. Identifique-o.
a) Comunidade Econômica Eurasiática (CEEA)
b) Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC).
c) Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).
d) Comunidade dos Estados Independentes (CEI).
e) Associação de países da África, Caribe e Pacífico (ACP).

13. (UCS) Os blocos regionais surgiram devido às reformas econômicas impulsionadas pelo processo de globalização, pelo desenvolvimento das comunicações e pela ampliação das trocas comerciais. O objetivo era facilitar o comércio entre os países-membros. Analise a veracidade (V) ou a falsidade (F) das proposições abaixo sobre os blocos econômicos.
Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente os parênteses, de cima para baixo.
a) V–V–V
b) V–F–F
c) F–V–V
d) V–F–V
e) F–F–F


14. (PUCRS) Chama-se “pauta de exportações” a relação de produtos que um país exporta. Sobre esse processo, é correto afirmar que
I. é importante que essa pauta tenha produtos de menor valor agregado possível.
II. os países desenvolvidos agregam alta tecnologia às mercadorias exportadas.
III. os países industrializados centrais fabricam e exportam produtos da indústria de ponta.
IV. México, Brasil e Argentina são países latino-americanos que fabricam e exportam matérias-primas minerais e vegetais.
Estão corretas apenas as afirmativas
A) I e II.
B) II e III.
C) III e IV.
D) I, II e III.
e) II, III e IV.

15. (FGV-eco) No decorrer do século XX, para a organização de projetos de criação de blocos econômicos, foi necessário superar rivalidades históricas. Isto ocorreu na Europa e também na América do Sul, quando o Brasil e a Argentina deixaram de lado as disputas por hegemonia e engendraram um acordo, na década de 1980, que posteriormente originou o Mercosul.
Estes exemplos permitem afirmar que:
a) a herança colonial europeia dá maior flexibilidade aos países sul-americanos no âmbito das relações políticas e econômicas.
b) quando o objetivo é reduzir ou eliminar os desníveis econômicos, as diferenças históricas são abandonadas.
c) as questões de natureza étnico-culturais podem ser relevantes para o estabelecimento de relações comerciais.
d) no contexto da globalização, as relações entre os Estados e as economias nacionais são modificadas.
e) as questões geopolíticas se tornam entraves quando os países procuram estabelecer relações multilaterais.

16. (MPE/GO) Sobre o Mercosul é correto afirmar:
a) Trata-se de um bloco econômico com fins apenas comerciais;
b) É uma aliança comercial que tem por objetivo o livre comércio entre todos os países das Américas.
c) Constitui-se em um mercado comum sul-americano, caracterizado pela queda das barreiras alfandegárias e livre circulação de pessoas;
d) Tem como países-membros Brasil, Chile, Venezuela, México, Argentina e Uruguai;
e) Tem como países-membros Brasil, Chile, O Mercosul limita a livre circulação de pessoas entre os países do bloco, coibindo a imigração venezuelana.
17. (IDECAN) Em sua composição original estabelecida pelo Tratado de Assunção em 1991, o Mercosul era formado pelos seguintes países:
a) somente Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.
b) somente Brasil, Argentina e Paraguai.
c) somente Brasil, Paraguai e Uruguai.
d) somente Brasil, Argentina, Chile e Paraguai.
e) somente Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

18. (VUNESP)


A União Europeia tem apresentado uma série de divergências entre os países membros devido
a) à desvalorização das moedas nacionais.
b) ao aumento dos refugiados que chegaram à Europa.
c) à saída dos países fundadores do bloco.
d) ao enfrentamento das mudanças climáticas.
e) à destituição do Parlamento Europeu.

19) (NUCEPE) Nas últimas décadas tem-se testemunhado rápidas e profundas transformações nas relações socioeconômicas e culturais em todo o mundo. Sobre elas é CORRETO afirmar:
a) O MERCOSUL fruto do tratado de Maastricht prevê a formação de uma zona de livre comércio entre seus membros, é um bloco aberto e o Brasil é o seu principal líder em função da capacidade econômica.
b) A União Europeia tem enfrentado desafios econômicos e políticos, a exemplo da Grécia e Espanha. Entretanto, o Brexit aponta um futuro incerto para a organização.
c) O terrorismo constitui uma das principais estratégias políticas dos grupos extremistas da Ásia e África, sendo seus principais alvos os países latinos.
d) A eleição de Donald Trump em 2016 e consequentemente sua posse em 2017, trouxe ao mundo político internacional uma expectativa de tranquilidade diante do redirecionamento da política externa norte americana em relação às questões ambientais, migratórias e militares.
e) A crise na Síria tem demonstrando o fim da geopolítica da Guerra Fria entre os EUA e a Ex-URSS, ao se tornarem aliados em ataques conjuntos como o de 13 de abril de 2018.

20. (CONSULPLAN)

Dentre os principais objetivos acordados entre os países membros do Mercosul está:
a) A conquista do apoio incondicional dos países do sul da América às aspirações do Brasil à direção da OMC e a um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.
b) Notadamente, a ação conjunta da Tríplice Aliança, no que se refere às políticas de defesa e à postura de superação socioeconômica dos países latino-americanos frente ao NAFTA.
c) A constituição de uma área econômica aberta e o favorecimento da complementação econômica e da inserção competitiva da região no comércio e investimentos internacionais.
d) A preponderância da diplomacia brasileira na América Latina, onde essa aliança aduaneira age como fator de superação entre os vizinhos, especialmente no aspecto econômico.

21. (IADES) O Mercado Comum do Sul (Mercosul) é considerado uma união aduaneira, integração em que os países-membros eliminam barreiras ao comércio entre si. Além da eliminação dessas barreiras, uma união aduaneira caracteriza-se por
a) adotar uma tarifa externa comum para terceiros países.
b) adotar política monetária unificada.
c) unificar a política fiscal de seus membros.
d) facilitar as trocas comerciais, por meio de celebração de acordos parciais.
e) permitir pagamentos entre si utilizando as moedas locais.

22. Os blocos econômicos são a mais recente alternativa adotada pela maioria dos Estados do mundo para ampliar as suas respectivas relações econômicas. Tal aspecto vem contribuindo para a construção de uma nova forma de regionalização mundial. Assinale a alternativa que apresente a mais importante entre as causas para a formação dos blocos econômicos no mundo contemporâneo.
a) surgimento do dinheiro.
b) instalação da indústria avançada em nível global.
c) consolidação da Globalização.
d) transformação do capitalismo financeiro em capitalismo industrial.
e) emergência de um espírito mundial de solidariedade.

23. A Cooperação da Ásia e do Pacífico (Apec) possui uma grandiosa relevância econômica no mundo, principalmente por incluir entre seus países-membros três países que estão no centro dos índices econômicos atuais, que são:
a) China, Rússia e Estados Unidos
b) China, Rússia e Austrália
c) Japão, Estados Unidos e China
d) Japão, Argentina e Brasil
e) Estados Unidos, Rússia e Austrália


Fonte (internet)
http://geolibertaria2.blogspot.com/2015/02/comercio-mundial-e-blocos-economicos.html
https://questoes.grancursosonline.com.br/questoes-de-concursos/atualidades-e-conhecimentos-gerais-blocos-economicoshttps://questoes.grancursosonline.com.br/questoes-de-concursos/comercio-internacional-organizacao-mundial-do-comercio-omc
https://www.estudegratis.com.br/questoes-de-concurso/materia/atualidades/assunto/blocos-economicos
https://blogdoenem.com.br/blocos-economicos-geografia-enem-2/

Respostas:

1-C; 2-A; 3-D; 4-B; 5-C; 6-C; 7-B; 8-B; 9-C; 10-A; 11-E; 12-B; 13-E; 14-E; 15-D; 16-C; 17-A; 18-B; 19-B; 20-C; 21-A; 22-C; 23-C

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pelo teu comentário! Por favor, deixe o nome no final da mensagem! Obrigada!!!

"A atitude do educador diante do mundo deve ser sempre investigativa, questionadora e reflexiva, pois os conhecimentos com os quais ele lida em seu exercício profissional estão em permanente mutação."
Lana de Souza Cavalcanti - Geógrafa